Biofertilizante ativo orgânico – Bokashi

Bokashi significa composto orgânico em japonês. Esta fórmula foi ensinada no curso de agricultura orgânica da APAN pelo mestre Miyazaki. É uma das mais simples e portanto uma das mais fáceis de se fazer.
O mais importante para saber sobre o bokashi é que a fermentação de materiais orgânicos irá potencializar os nutrientes neles contidos e assim substituir perfeitamente os fertilizantes químicos, mas de forma equilibrada fornecendo “alimento” às suas plantas por 90 dias, além de agregar vida (microorganismos) ao solo.
Há diversas fórmulas de bokashi para diversos tipos de culturas e suas fases.
Aprendendo como fazer uma fórmula simples você poderá incrementar fazendo novas fórmulas como a da Fundação Mokiti Okada.
Mãos a obra, você vai precisar de:

Para a receita utilizaremos como medida padrão uma lata de 18 litros.
O local escolhido para a produção deve ser protegido da chuva.
•01 chapa de madeira, caso não se tenha terá que ser feito em local cimentado.
•07 latas de terra de barranco de subsolo peneirada.
•02 latas de farelo de arroz. Obtido através do polimento do grão integral do arroz para produzir arroz branco
•l 1/2 lata de esterco de galinha bem curtido e seco – Este material pode ser substituído em igual quantidade por torta de mamona.
•3/4 de lata de farinha de osso.
•01 copo (250ml) de ativador líquido EM/4 (Microorganismo)

O local escolhido deve ser protegido da chuva e com o fundo cimentado ou com uma chapa de madeira.

Montando a pilha

Distribua os materiais secos, na seguinte ordem: terra, farelo de arroz,  esterco de galinha ou torta de mamona e a farinha de osso, Terra peneirada, Farelo de arroz, esterco ou torta de mamona, por último, farinha de osso

Misture tudo muito bem eliminando todos os torrões

Depois de misturado, espalhe novamente

Inoculando a mistura – acrecentando microorganismos
Misture 1 copo do ativador EM/4 em 10 litros de água.
Essa quantidade de água deve ser suficiente para umedecer a mistura, caso não seja – veja o teste de unidade – adicione mais água sem ativador.
Regue devagar. aguardando a absorção completa pelo composto.
Misture bem o composto, tomando cuidado para não formar torrões.
Faça um monte e cubra a mistura com sacos que permitam a ventilação.
Você pode fazer uma cabana para proteger a pilha da chuva

Importante:
Não cubra a mistura caso esteja encharcada, pois irá apodrecer e você perderá todo o material
Faça o teste de unidade.
Aperte um pouco da mistura na mão, se formar um bolo e sua mão ficar molhada é a unidade ideal – 50 a 55%.
Caso escorra água por entre seus dedos o composto está encharcado e deve ser espalhado novamente para secar.

Acompanhando a pilha no processo de fermentação Assim que você terminou a mistura o processo de fermentação já está em operação, os microorganismos estão compostando todo o material orgânico.
De 20 a 24 horas esse processo irá elevar a temperatura da pilha até 50oC quando a pilha terá que ser revirada para o resfriamento – faça o teste da barra de
ferro – , caso contrário a temperatura se elevará acima dos 70oC matando os microorganismos e o processo de fermentação será paralisado.
Observe que já nas primeiras 24 horas a formação das hifas identificando a criação de fungos decompositores.

Teste de temperatura

Coloque uma barra de ferro no meio da pilha, deixe por 10 minutos, retire e sinta o calor na mão, se não conseguir segurar a temperatura está acima dos 50oC e a pilha deve ser revirada para resfriar.
Revire o composto e deixe espalhado por 15 minutos, faça novamente um monte, cubra e fique no controle da temperatura.
Repita o processo até a pilha parar de esquentar, o que deve acontecer em até 7 dias, indicando que todo material já foi compostado.

Está pronto o seu Bokashi.

Armazenando e aplicando o bokashi


Importante: o Bokashi pode ser armazenado em sacos plásticos por até 6 meses porém deve estar seco, com umidade inferior a 12%. Caso contrário armazene  m sacos que permitam a ventilação. Armazenado úmido e fechado apodrece e estraga

RECOMENDAÇÕES DE USO

VASOS, FLOREIRAS, ORQUÍDEAS E BONSAIS

FORMADOS:espalhar o Bokashi sobre a superfície misturando com o substrato cerca de 2cm. Regar após a aplicação.

FORMAÇÃO:misturar o BOKASHI ao substrato, reforçar a aplicação depois de plantado aplicando sobre a superfície.

PEQUENOS- vasos até 20cm de altura – floreiras até 25cm de comprimento
– 2 colheres das de sopa bem cheias para os formados e 4 colheres na formação.
MÉDIOS- vasos até 35cm de altura – floreiras até 40cm de comprimento
– 4 colheres das de sopa bem cheias para os formados e 8 colheres na formação.
GRANDES- vasos acima de 55cm de altura – floreiras acima de 65 cm comprimento
– 8 colheres das de sopa bem cheias para os formados e 16 colheres na formação.

DOSAGEM: APLICAR A CADA 3 MESES

CANTEIROS E JARDINS -Aplicar a cada 3 meses

DOSAGEM: 500g / m2 – Espalhados sobre a superfície ou misturados ao substrato.

COVAS DE PLANTIO – Arbustos e plantas em geral

DOSAGEM:
PLANTIO: 1kg para cada 10kg de substrato de cobertura. Misturar o BOKASHI diretamente na terra ou substrato de cobertura da cova. Esta dosagem pode  ariar
dependendo do espécie e da época de plantio.

MANUTENÇÃO: 300g a cada 6 meses ao redor da planta.

HORTAS – Legumes e verduras – a cada 3 meses

DOSAGEM: 200g para cada metro linear de plantio. Misturar o BOKASHI diretamente
na terra ou substrato ou espalhar na linha ao lado das mudas ou plantas.

ÁRVORES E FRUTÍFERAS – Mudas e grande porte

DOSAGEM: 1kg por cova- Misturar o BOKASHI no substrato de cobertura.
PLANTIO DA MUDA -Aplicar na coroa – ½kg a ½m do tronco e 1kg na projeção da copa.  Manter a aplicação a cada 6 meses no início do outono e da primavera.




7 Comments

  1. Julierme Barros Couto Responder
    • lidiaz Responder
  2. laercio oliveira de freitas Responder
  3. laercio oliveira de freitas Responder
  4. ed gomes Responder
  5. vilmar Responder

Deixar Comentário