Como conseguir efeitos especiais nas paredes

Alguns efeitos especiais:

Técnica da esponja

É uma das técnica mais simples para conseguir um bonito efeito nas paredes. Deve ser feito com tintas de emulsão  ou látex e com vernizes à base de óleo. Escolha uma esponja  natural pois esta  irá dar um efeito mais subtil e discreto à parede do que uma esponja normal sintética. Para começar aplique uma camada de base com uma tinta de emulsão normal e  espere algum tempo para deixar secar. De seguida mergulhe a esponja em água e esprema-a o mais possível para ficar bem leve. Faça a segunda emulsão para a cor do topo. Deve escolher um tom parecido com a cor da camada de base anterior. Derrame um pouco de tinta num tabuleiro e mergulhe a esponja. No final deve ficar com um aspecto delicado e subtil, e para se conseguir isso deve retirar o excesso de tinta na parte mais elevada do tabuleiro. Deve coemçar pelo topo. Para conseguir efeitos diferentes e variados vire a esponja à medida que trabalha,  obtendo um padrão escondendo a cor de base que está por baixo. Deixe secar e se axar necessário pode acrescentar uma segunda demão. Pode aplicar na parede no máximo  quatro cores diferentes para obter um efeito de profundidade, mas tenha atenção para não fazer desaparecer por completo a cor de base.

Pintura Têmpera

Este tipo de pintura dá às paredes um ar natural, quase transparente, e também é  fácil de se obter. Se preferir comprar um verniz já feito para aplicar na última demão ou fazer o seu próprio verniz. Não há nenhuma regra estabelecida quanto às ferramentas a utilizar. Pode utilixar um rolo, um pincel ou um pano. Estes também conseguem produzir efeitos igualmente bons. Se quiser usar um verniz à base de óleo na última demão deve aplicar na primeira demão, um acabamento casca de ovo. Primeiro deve aplicar  a tinta ao acaso, em movimentos circulares, em áreas com cerca de 1 metro quadrado de cada vez, conseguindo um efeito geral desigual. Desta forma  não se preocupe com as irregularidades. Pode passar um pincel seco pela parede para acentuar o aspecto irregular.

Alguns conselhos práticos:

– Lave as esponjas de decoração de forma regular, pois a tinta seca é muito difícil de tirar.

– Os cartões para a técnica stencil têm uma duração limitada, por isso faça cópias dos seus preferidos.

– Experimente dois efeitos numa parede: por exemplo, esponjar por baixo de um remate de parede e estampar na parte de cima.

Efeito sarapintado

Existem 3 formas diferentes de criar um bonito efeito sarapintado nas paredes com a ajuda de trapos: pode pintar com um trapo, retirar a tinta com um trapo e pintar usando o trapo como se fosse um rolo. Estas 3 técnicas são bastante simples.  A última técnica requer mais cuidado e mãos firmes para obter bons resultados. Para começar use uma base de cor clara com um tom mais escuro por cima. Este tipo de método fica muito bem com esta escolha de bases. Pode também usar uma base casca de ovo revestida a verniz ou tintas de emulsão  para pintar as demãos,  a base e o topo.

Técnica do trapo

Primeiro deve pintar por cima da primeira demão e deixar secar.  Para fazer a mistura coloque 50 % de tinta de emulsão com 50 % de água ou de cola para papel de parede num recipiente e mexa bem até ficar bem envolvida. Pode também usar um tabuleiro. Depois arranje um pano ou uma camurça, mergulhe na tinta já preparada e retirando o excesso. Và aplicando a tinta na parede com o pano fazendo ligeiros movimentos circulares.

Como retirar tinta com um trapo

Para este tipo de operação irá precisar de luvas, pois esta técnica irá sujar um pouco. Primeiro pinta a primeira e a segunda demão intercaladas para deixar secar. Se preferir usar emulsão, deve diluí-la primeiro com água. Escolha um trapo limpo de algodão e amarrote-o. Depois pressione-o de uma forma firme sobre a camada de tinta húmida para retirar alguma cor, de forma a deixar visível os vestígios do tom da tinta de baixo. Depois abra o pano e amarrote-o de novo de forma a variar o padrão. Quando o trapo já estiver saturado de tinta, utilize um novo. Deve ter atenção pois os panos encharcados de tinta são muito inflamáveis, deste modo seque-os antes de os deitar no lixo de forma a evitar acidentes.

Como usar um trapo em forma de rolo

Primeiro deve deixar a primeira demão de base secar.Pode também escolher um acabamento em casca de ovo. Deve enrolar um trapo de algodão sem linho de modo a formar uma salsicha, depois mergulhe-o numa mistura de verniz e esprema para retirar o excesso. Começe primeiro pelo fundo da parede, rolando o trapo para cima numa linha recta. Para variar o padrão deve abrir o pano, voltar a enrolá-lo e de novo mergulhá-lo  no verniz para voltar a pintar.

Como aplicar a técnica de Stencil

Este tipo de pintura não requer um equipamento muito especializado. As ferramentas utilizadas, muitas delas encontram-se acessíveis na maioria das lojas da especialidade, deve no entanto comprar num bom pincel para o efeito. A ponta do pincel deve ser plana e com pêlos firmes. Se comprar um stencil já feito, irá facilitar a maior parte do trabalho. Por outro lado, é divertido fazer o seu próprio molde, e caso ache apropriado faça também uma cópia de um que já esteja gasto. A tinta pode ser aplicada com um pincel ou uma esponja. Estes tipos de pincéis têm pêlos curtos e rijos feitos especialmente para manchar em vez de pintar. Deve ter atenção para a tinta não passar para baixo do stencil. Para fazer a aplicação do stencil, desenhe uma linha de orientação a lápis a meio da parede depois coloque o stencil por cima e segure-o com fita adesiva. Coloque uma pequena quantidade de tinta num recipiente ou num tabuleiro pouco fundo. Se usar uma esponja, humedeça-a com água, depois esprema-a até ficar quase seca. Mergulhe ligeiramente a esponja na tinta e retire o excesso. Comece por pintar a parte exterior da imagem, com uma esponja ou com um pincel, e trabalhe em direcção ao centro, espalhando a tinta com pinceladas leves e firmes. É aconselhável ir colorindo gradualmente do que usar demasiada tinta inicialmente. Cuidadosamente, levante um dos cantos do stencil para verificar o seu progresso. Quando tiver completado o padrão, retire cuidadosamente o stencil e volte a colocá-lo à esquerda ou à direita. Continue desta forma até ter completado o padrão. Espere que a tinta seque antes de acrescentar outras cores.

Técnica do arrastamento

Este efeito surte melhores resultados em superfícies muito suaves, uma vez que vai salientar todas as irregularidades. Os principiantes devem treinar primeiro numa área pequena para aperfeiçoar a técnica. Uma primeira demão a óleo, um verniz opaco por exemplo, mantém-se utilizável mais tempo do que a emulsão, sendo a mais adequada se esta técnica for nova para si. Pode comprar um verniz já feito ou misturar o seu. Neste último caso, misture simplesmente uma parte de verniz com duas partes de diluente, dando a cor com um pouco de tinta de óleo. Pode ser difícil fazer novamente a cor exacta, por isso faça uma boa porção para se certificar de que é suficiente para terminar o trabalho. Pinte uma primeira demão com acabamento em casca de ovo e deixe secar. Depois, aplique uma linha de verniz, cerca de 600 mm de largura, ao longo do comprimento da parede. Comece pelo topo da parede e arraste um pincel com pêlos longos através do verniz para criar um efeito de riscas estreitas. Limpe o pincel, depois repita o processo até ter completado a parede.

Técnica da carimbagem

Esta técnica é rápida, fácil, divertida e uma forma eficaz de repetir um desenho numa grande variedade de superfícies, usando misturas diferentes de tintas. Existem muitos padrões para escolher, normalmente colados a tacos de madeira, embora possa também dar largas à sua imaginação. Os carimbos são fáceis de fazer com esponja. Pratique em papel antes de passar para projectos mais ambiciosos. Pode usar uma almofada preta ou colorida ou deitar alguma tinta num tabuleiro pouco fundo. Se utilizar este último, molhe ligeiramente um pequeno rolo em tinta e passe-o por cima do carimbo. Aplique o carimbo com mão firme, segurando-o durante alguns segundos antes de o retirar. Repita o processo.

Algunas sugestões práticas:

– Experimente a técnica do arrastamento nas extremidades de portas para dar um efeito natural. Tenha um carimbo de borracha limpo para as imagens mais precisas. Lave-o em água ou diluente, dependendo do tipo de tinta usada.

– Quando substituir o trapo para sarapintar, escolha um quase idêntico para produzir um efeito uniforme.

Quase todos os efeitos de pintura necessitam de algumas ferramentas e de equipamentos próprios e especiais. Neste caso para criar efeitos texturados, precisa somente de um trapo e algumas tintas de água ou tintas de óleo previamente escolhidas. È aconselhável que os principiantes começem por pintar com um trapo ou pela carimbagem e somente depois de apanhar alguma prática e confiança poderão passar para técnicas mais complicadas, como a técnica de arrastar.




12 Comments

  1. claudionor Responder
  2. rejane moraes Responder
  3. moizes p0edro da silva Responder
  4. Alvacir C.e Silva Responder
  5. Mateus Responder
  6. celmo Responder
  7. léia Responder
  8. jean santos Responder
  9. Barbara Responder
  10. Cybele Responder

Deixar Comentário