Durabilidade das instalações hidraúlicas da habitação

Que durabilidade tem a canalização de um edifício? Qual o melhor material para as instalações hidráulicas?

Nos prédios e edifícios antigos é comum fazer a troca de tubos hidráulicos e substituir a canalização antiga. Isto é considerado um procedimento normal já que a tubagem e a canalização acabam por se deteriorar e danificar com o tempo. A sua vida útil depende também do tipo de material e das suas condições de uso na vida quotidiana. Para fazer a instalação hidráulica ou simplesmente substitui-la há que saber que tipo de materiais escolher e a sua durabilidade.

O tempo  de duração dos tubos hidráulicos e sistema de canalização irá depender de alguns factores:

• O tipo de junta: solda, rosca com vedante, fusão pelo calor, fusão por adesivo solvente, anel de borracha elástico,

• De como é feito os tubos e conexões, ou seja o tipo de material utilizado: PVC, PPT, cobre, aço galvanizado ou ferro fundido,

• Que tipo de líquido irá transportar: água potável com cloro, água quente, se é usado para esgoto doméstico, águas pluviais etc..

• Onde irá ser instalado: embutido em alvenaria, dentro de argamassa de contrapiso de laje, instalação aparente com e sem incidência de radiação solar, sujeição a variações térmicas, sujeição a movimentações e acomodações estruturais, sujeição a oscilações cíclicas de pressão interna,

A água potável cedida pela rede urbana em certas regiões pode conter sais minerais dissolvidos que poderão danificar os materiais e tubos hidráulicos reduzindo a vida útil das tubagens. Por exemplo, quando há elevada concentração de carbonatos e de bicarbonatos de cálcio e magnésio, cloretos, oxigénio e cloro activo livre nas canalizações, estes componentes podem com o passar do tempo danificar os tubos de aço de carbono galvanizado. A durabilidade dos tubos é condicionada pela natureza química do liquido que transportam. Para estes casos deve escolher tubos com uma boa espessura e se possível galvanizados. Este tipo de tubagem aumenta a vida útil da canalização e sistema hidráulico da sua habitação.

Outro factor que ajuda a danificar os tubos galvanizados e as suas conexões de ferro é quando este tipo de canalização fica em contacto directo com outro tubo metálico como os tubos de cobre, feito de outro material totalmente diferente. Isto irá originar certas reacções químicas que irão conduzir a uma corrosão precoce e consequentemente danificar os tubos galvanizados.

Para evitar esta corrosão precoce dos tubos galvanizados pode colocar uma camada isoladora de material não condutor entre os diferentes metais. Pode assim optar por uma tira de borracha flexível inserida no apoio de um tubo de cobre num suporte de aço galvanizado.

Por haver tanta diversidade de materiais e diferentes locais onde podem ser instaladas as canalizações não é fácil saber com certeza a vida útil da instalação hidráulica de uma casa ou edifício. Os consertos e reparações da canalização antiga muitas vezes tornam-se mais dispendiosa do que se optar por fazer uma nova instalação. Se a canalização estiver numa exposição favorável ao longo do tempo, há certas estimativas de vida útil para os diferentes materiais de tubagem:

• Para tubos de aço galvanizados a vida útil será 12 a 18 anos. Para tubos de aço galvanizado com conexões de ferro maleável galvanizado a vida útil será mais reduzida, que rondam os 8 a 10 anos em certas regiões.

• Para tubos de PVC estima-se uma vida útil que rondam os 20 a 25, podendo chegar  mesmo ao 45 anos.

• Para tubos de cobre com conexões de cobre/ zinco e que não estejam expostos a águas com substancias agressivas, poderão chegar a uma vida útil que rodam os 80 anos ou mais.




2 Comments

  1. Samuel Alves Responder

Deixar Comentário