Como Começar      Casas Seguras      Como Comprar      Dicas de Trabalho      Materiais      Poupança      Reparar Equipamentos

GLOSSÁRIO

A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z

A

Aba – As tábuas de madeira verticais no beiral. As goteiras são normalmente fixas a estas.

Abajur – Em francês abat-jour. Peça decorativa de iluminação difusa que compõe-se de uma base, uma haste e um anteparo fixado no topo. Seu anteparo utiliza materiais diversos, como: papel cartão; tecido; vidro fosco; porcelana, entre outros. Estes revestimentos podem usar cores para realçar tons de luz quentes ou frias no ambiente.

Abertura de Facho – Trata-se do ângulo sólido luminoso formado em um plano tridimensional através do eixo do centro ótico de um refletor, cuja iluminância é projetada em um plano de trabalho.

Absorção – É a capacidade do material de absorver água. Está diretamente relacionada com a porosidade do material.

Absorção de Energia – Transformação de energia radiante luminosa numa forma de energia térmica por interação com alguma matéria. Este conceito serve para se adequar melhor materiais e cores nas instalações. Quanto aos materiais, existe uma diversidade deles com características de absorção diferentes. Mas com relação a cor existe uma relação direta que estabelece que quanto mais escura mais absorve luz e reflete menos ao ambiente e vice-versa.

Acomodação Visual -  Característica do olho humano de se acomodar para obtenção de uma melhor acuidade visual em diferentes distâncias dos objetos focados.

Acuidade Visual – Em termos simples é a clareza de visão dos detalhes. Acuidade qualitativa: é a capacidade de ver objetos perto um do outro de maneira distinta. Acuidade quantitativa: reciprocidade do valor angular de separação entre dois objetos vizinhos que os olhos podem ver separados.

Acumulador de Energia – Mais comumente conhecido como bateria ou pilha, podendo ser recarregadas ou não. Utilizadas em iluminação de emergência e em No Breaks, que tem como função suprir a energia de um circuito ou restabelecer um nível mínimo aceitável de luz na ausência da fonte de energia principal da rede elétrica.

Acúmulo de Calor – Uma instalação de iluminação gera uma quantidade de calor emitida pela radiação infravermelha e a concentração de calor oriunda de equipamentos diversos. Este acúmulo está relacionado à energia gerada em Watts/hora, e quanto maior o consumo dos aparelhos elétricos e de iluminação, maior será o calor, aumentando custos com o ar condicionado e a própria conta de energia. O acúmulo de calor é fator de risco quanto a materiais inflamáveis nas proximidades dos equipamentos elétricos diversos. Ocorrendo uma combustão destes materiais haverá a possibilidade de incêndio.

Aderência - É a capacidade do material de absorver água. Está diretamente relacionada com a porosidade do material.

Aglomerado de madeira – Madeira fabricada com pedaços de madeira e cola.

Alargador – Para alargar um orifício, isto é, para esconder a cabeça de um parafuso.

Aleta - Em francês a expressão usada é Louvre. Pequena ala, aba ou grelha. Disposta geometricamente em série de modo a impedir a visão direta das lâmpadas, segundo uma faixa de ângulos. Serve como recurso anti-ofuscante, e elemento de contribuição da distribuição do fluxo luminoso junto com o refletor em luminárias mais modernas.

Alvará – A aprovação das autoridades locais para a construção de uma casa ou para alterações e modificações num edifício.

Ampere - Unidade de medida de intensidade da corrente elétrica que é mantida nos condutores para “fluir” a tensão da rede. Importante observar esta grandeza como um limitador de potência para evitar acidentes. Ex: Circuito de 60A em 127V, multiplicando teremos um limite de 7620 W. Este valor é a carga máxima de potência que este circuito comporta.

Amperímetro – Aparelho destinado a medir o valor de uma corrente elétrica.

Ângulo de Radiação – É um ângulo sólido produzido por um refletor que direciona a luz. Encontramos esta particularidade em lâmpadas refletoras e em luminárias e projetores que se utilizam de material reflexivo para projetar a luz. Quanto mais clara a cor ou maior o brilho do corpo interno o equipamento será mais eficiente.

Ângulo Sólido – Como o estudo da iluminação está voltado para a visão de formas espaciais, torna-se necessário trabalhar com ângulos tridimensionais, conhecidos na geometria como ângulos sólidos.

Aparelho de corrente residual – Um dispositivo eléctrico de segurança que evita os choques eléctricos.

Aparência da Luz – A cor aparente da luz emitida, determina a tonalidade observada quando se olha  diretamente para a fonte de luz. O olho humano percebe os tons de cores de luz avermelhadas (cores quentes), e azuladas (cores frias), ou intermediárias. A indicação científica é a Temperatura de Cor e Temperatura de Cor Correlata (TCC) ou cromaticidade, medida em graus kelvins (K). À medida que os valores em Kelvins aumentam, a cor da luz perde em tons vermelhos e ganha em tons azuis, e vice-versa. Lâmpadas acima de 4.000 K são consideradas de luz fria, entre 3.000 K e 4000 K, têm tonalidade de cor moderada, e de 3.000 K para baixo são descritas como luz quente.

Arandela - Luminária fixada em paredes, possuindo uma variedade de modelos para usos internos abrigados e externos ao tempo. Sua construção deve evitar o ofuscamento e privilegiar a luz difusa. Sua altura de instalação também deve ser observada em no mínimo 1,80 m, aproximadamente, para que as pessoas que transitam pelo ambiente não visualizem a fonte de luz da peça.

Argamassa – Massa para tapar os espaços entre azulejos. É a mistura de aglomerantes e agregados miúdos com água, com ou sem  aditivos, possuindo capacidade de endurecimento e aderência.

Argamassa Adesiva – É também denominada cimento colante, cimento cola ou argamassa cola – é um produto industrializado, dosado e fornecido no estado seco ou pastoso ao consumidor. Constitui-se de cimento Portland pozolânlco, agregado miúdo e aditivos químicos. É utilizada na colocação de peças cerâmicas de revestimento, tanto de paredes como de pisos.

Arquitrave – Uma espécie de moldura de madeira utilizada principalmente por cima das portas.

Aterramento – É o ato de se conectar intensionalmente um circuito elétrico de baixa impedância com a terra, em caráter permanente ou temporário. Este ato possui função protetora contra choques elétricos.

Átomo – É a menor parte de uma substância elementar que possui as propriedades de um elemento.
Átomo de hidrogênio: (H)
Átomo de oxigênio (O)

AWG - Sigla de American Wire Gauge, denominação norte-americana utilizada para bitola (espessura) de fios e cabos elétricos. Utiliza-se no Brasil no momento o padrão de série métrica em mm².

B

Banco de Capacitores - Conjunto de capacitores de potência, estruturas de suporte e os necessários dispositivos de manobra, controle e proteção, montados a constituirem um conjunto completo para corrigir o fator de potência de uma instalação. Atenção ! Este conjunto só deve ser dimensionado por um profissional qualificado.

Base – Superfície a ser revestida

Base de uma Lâmpada – Parte da lâmpada onde é realizada a conexão com o sistema elétrico, constituída de material condutor. Entre as lâmpadas mais usuais, são os bocais de rosca E-27 ou E-40, as extremidades cerâmicas (R7S) de lâmpadas halógenas palito e vapor metálico de 70 e 150W, e os pinos de lâmpadas fluorescentes.

Bateria Selada - É um acumulador de energia chumbo-ácido especialmente projetado para assegurar uma alta densidade de energia. É um dispositivo para operar sem manutenção de longa vida útil. Possui as seguintes características: Armazenamento de energia por longos períodos; não requer adição de água; não exala gases corrosivos, possibilitando o convívio com equipamentos eletrônicos; produto à prova de vazamento e derrame, podendo ser instalado em qualquer posição.

Beiral – Um termo usado geralmente para as peças de madeira que unem o telhado às paredes da casa. E formado pelo sofito e pela aba.

Benjamin -Extensão elétrica múltipla para ampliar o número de tomadas disponíveis num ponto.

Bisel – Uma extremidade com ângulo em, por exemplo, um pedaço de madeira.Ver chanfro. E também o nome de uma ferramenta de carpinteiro para marcar um ângulo.

Blindagem - Dispositivo utilizado para minimizar a penetração de um agente externo indesejado em uma ação de proteção num equipamento qualquer. Exemplo: Reforço no invólucro de uma luminária para evitar a penetração de pó, água, vapor, gases e fuligem, ou evitar que a fagulha do acendimento de uma lâmpada tenha contato com o ambiente externo de atmosfera explosiva. A escala de proteção depende sempre do grau IP associado ao produto, quanto maior o grau maior a proteção.

Braço de Iluminação Pública - Ferragem tubular curva ou reta, de preferência galvanizada a fogo, que se fixa em poste ou muro, que por sua vez, recebe uma luminária com encaixe apropriado para montagem de um sistema de iluminação pública.

Broca helicoidalBrocas para fazer orifícios em madeira e metal.

Bulbo de uma Lâmpada – Invólucro selado na base, transparente ou leitoso, que envolve o filamento ou o tubo de descarga de uma lâmpada. Possui função protetora de um modo geral, e nas lâmpadas de descarga leitosas, o revestimento interno de fósforo proporciona luminosidade e/ou correção de cor.

C

Caimentos – São inclinações que se devem dar aos pisos para permitir que a água escoe com perfeição para os ralos ou coletores de água.

Caixilho – Janela que tem dobradiças num dos lados ou no topo.

Calcar – Usar algo pesado para compactar materiais.

Camada de Regularização – É a camada de argamassa a ser aplicada sempre que a base apresentar-se excessivamente irregular de tal maneira que não atenda os limites, mínimo e máximo, estabelecidos para a espessura da camada de assentamento. É também utilizada sempre que houver necessidade de corrigir-se a declividade da base.

Campo Elétrico – É uma grandeza gerada por cargas elétricas, em movimento ou não, em uma região ou objeto, que interagem entre si, resultando numa energização dinâmica ou estática respectivamente. As cargas em movimento é que formam um fluxo de fornecimento de energia conduzida num dado circuito elétrico.

Campo Eletromagnético - Campo físico determinado pelo conjunto de quatro grandezas (Campo Elétrico, Indução elétrica, campo magnético e indução magnética), que caracterizam os estados elétrico e magnético de um meio material. Fenômemo gerado pelas grandezas mencionados quando é combinado força da carga elétrica com velocidade num condutor.

Campo Magnético - Fenômeno decorrente da indução magnética em condutores, gerando uma rotação das cargas elétricas formando um campo em torno do condutor.

Campo Visual - Extensão angular do espaço no qual um objeto pode ser percebido, quando os olhos observam frontalmente. O campo pode ser monocular ou binocular. Compreende no sentido do foco central da visão às adjacências do campo visual os seguintes divisores: Campo Visual Central; Tarefa Visual; Em torno e Campo Visual Periférico.

Candela - Unidade de medida da intensidade luminosa, equivalente à 1/60 da intensidade luminosa de 1 cm² da superfície de um corpo negro na temperatura de solidificação da platina. Oriunda sempre de uma fonte de luz refletora formando um ângulo sólido com vértice na fonte, diferenciando-se do fluxo luminoso pela característica de luz direcional. Unidade (cd).

Cano de descarga – O cano pelo qual sai a água suja da banheira, do lavatório ou do chuveiro.

Cano de esgoto – Cano de drenagem vertical de grandes dimensões para a descarga das casas de banho.

Capacitância - Grandeza escalar que caracteriza a propriedade que tem um sistema de condutores e de dielétricos a estes associados, de armazenar energia quando é submetido a um campo elétrico.

Capacitor - Dispositivo elétrico utilizado para introduzir capacitância num circuito. Este dispositivo permite corrigir o fator de potência. Como consequência teremos uma maior eficiência energética, devido ao melhor aproveitamento de carga da rede elétrica. Na iluminação os capacitores usados são os de partida. Os capacitores cerâmicos também filtram a distorção de harmônicas. Este dispositivo permanece energizado depois de acionado, mesmo que o circuito seja desligado posteriormente. Como nem todos os fabricantes embutem os fios, aconselha-se que nas trocas e manutenções seja descarregada a carga remanescente, com um simples “triscar” das pontas dos cabos de saída.

Carga Instalada - Soma das potências nominais dos equipamentos elétricos instalados na unidade consumidora, em condições de entrar em funcionamento, expressa em quilowatts (kW).

Cátodo – Eletrodo negativo que funciona normalmente como emissor de elétrons. Exemplo: Em cada extremidade de uma lâmpada fluorescente qualquer, existe um cátodo que é responsável pelo bombardeamento com elétrons das partículas de mercúrio internas do tubo, que por sua vez, se chocam com a parede da lâmpada revestida com fósforo causando o efeito “fluorescente”.

Cavilha - Prego de madeira circular usado para reforçar as juntas em trabalhos de madeira.

Cerâmica de Revestimento -São peças cerâmicas que estão constituídas normalmente por um suporte cerâmico, de natureza argilosa com ou sem um recobrimento essencialmente vítreo: o esmalte cerâmico.

Chanfro - Uma extremidade com ângulo, normalmente mais pequena do que um bisel.

Choque Elétrico – Efeito patofisiológico que resulta da passagem de uma corrente elétrica através de um corpo humano ou animal. Ocasionado normalmente por contatos mal isolados; por condutores nús; por superfícies condutoras energizadas; aterramentos mal feitos, ou ainda por simples efeito da energia estática de um corpo com um meio físico, independente de circuitos elétricos.

Ciclo Halógeno - Os filamentos das lâmpadas incandescentes em geral são feitos de tungstênio que é gasto pelo uso ao longo da vida do produto. Com a introdução de gases inertes e halógenos no interior do bulbo, ocorre uma combinação destes com as moléculas de tungstênio que se desprendem com o tempo. Esta combinação é eletricamente instável, fazendo com que as moléculas combinadas se desprendam novamente, depositando o tungstênio de volta no filamento. As consequências benéficas são a regeneração do filamento e a limpeza do bulbo dos fragmentos de tungstênio. Isto amplia a vida útil das lâmpadas halógenas em relação as incandescentes comuns.

Cimácio – Um formato particular de moldes ornados ou de perfis de goteiras.

Cinta – Ferragem de linha aérea que se fixa em torno de um poste para prover apoio de sustentação para outra ferragem, como um braço de luminária por  exemplo.

Cintilação – Em inglês flicker. É o fenômeno da flutuação do fluxo luminoso de uma lâmpada fluorescente provocado por instabilidade da rede elétrica. Este efeito também ocorre em sistemas que utilizam reatores de baixa qualidade, que não tem controle apurado da corrente e da tensão, provocando esta falha nas lâmpadas fluorescentes ligados no circuito. Não confundir com efeito estroboscópico.

Circuito Elétrico - Segmento de condutores elétricos que compõem uma seção de uma rede elétrica maior. Conjunto de equipamentos elétricos alimentados por uma mesma fonte e protegidos pelos mesmos disjuntores ou fusíveis.

Cola branca - Acetato de polivinilo: uma espécie de cola usada para madeira, mas também utilizada em cimento para reduzir a absorção das superfícies.

Coluna ( Tocheiro ) - Luminária composta por um tubo com base de sustentação para acomodação no piso e corpo refletor ou difusor no topo. Quando utilizado com lâmpadas incandescentes e halógenas, pode vir com dímer. A coluna é introduzida num ambiente como fonte de luz indireta e peça decorativa, normalmente disposta nos cantos devido a seu tamanho e também para não conflitar com a fonte de luz central do teto. É necessário que o ambiente tenha um pé direito relativamente baixo, pois do contrário o efeito da Luminância no teto se perde.

Comando em Grupo - Dispositivo utilizado para comutar vários pontos de luz, ampliando a capacidade de potência do comando automático.
Comando Individual Dispositivo utilizado para comutar o circuito de um único ponto de luz.

Comprimento de Onda - Uma fonte de radiação eletromagnéticas emite ondas. Estas ondas possuem diferentes comprimentos, e o olho humano é sensível a uma pequena faixa destes comprimentos, onde teremos a luz visível a nossa percepção, de 380 a 780 nm, aproximadamente. Unidade de medida nanômetro. Símbolo (nm).

Comutador - Mecanismo que proprociona o efeito de intercambiar circuitos. Este dispositivo de manobra mecânico, elétrico ou eletrônico, realiza a função principal de transferir a ligação existente de um condutor ou circuito para outros.

Condições de Operação - Condições informadas pelo fabricante, dentro das quais o equipamento pode funcionar.

Condições Nominais de Operação - Condições que caracterizam a operação de um sistema ou equipamento elétrico, dentro da faixa de variação permitida para os seus valores nominais.

Condutor Elétrico – Produto normalmente metálico utilizado para transportar a energia elétrica e distribuí-la numa rede ampla. Neste conceito enquadramos os fios, cabos e cordoalhas. Mas, também são condutores quaisquer objetos que possuam esta propriedade e que por descuido na instalação, façam contato com um circuito elétrico, energizando-se, podendo provocar choques elétricos, corrente de fuga ou até incêndios.

Conectores - Dispositivos de aplicação rápida, utilizaddos para realizar emendas ou ligações elétricas através de meio mecânico (parafusos, compressão, travas etc).

Conforto Visual - Grau de satisfação visual produzido pelo ambiente iluminado. Propõe reduzir ofuscamentos visuais, equilibrar a iluminância e ampliar a reprodução de cores, permitindo que o olho tenha uma perfeita dimensão dos espaços do ambiente, volume das formas, texturas dos materiais e fidelidade de cores.

Conjunto Ótico – É composto pelo refletor e refrator de uma luminária sendo responsável por todo o controle, distribuição e direcionamento do fluxo luminoso da lâmpada nela instalada.

Consumo de Energia – Quantidade de energia elétrica utilizada por um consumidor, que é oferecida e medida pela distribuidora do sistema elétrico num determinado pedíodo. A grandeza que a define é o kWh (Quilowatt-hora), e sua unidade base é o Watt.

ContatoInterface de duas superfícies condutoras que se tocam fechando um circuito elétrico. Contatos NF ( Normalmente Fechados ) e NA ( Normalmente Abertos ), que designam a posição padrão de funcionamento.

Contator - Dispositivo conhecido também como relé eletromecânico. Possui uma bobina para acionar um par, ou mais, de contatos, todos com acesso externo ao dispositivo.

Contraplacado – Madeira fabricada com duas placas finas coladas. As placas alternadas possuem a fibra em ângulos rectos dando-lhe uma robustez excepcional.

Contraste – Avaliação subjetiva da diferença em aparência de duas ou mais partes de um campo de visão, vistas simultaneamente ou sucessivamente.

Cor ( Espectro Visível ) - Dentro de uma faixa de radiação compreendida entre 380 e 780 (nanômetros), existe a incidência de luz visível ao olho humano. Este espectro vai do infravermelho ao ultravioleta, passando pelas faixas de comprimento de onda vermelha 628-780 nm; alaranjada 590-627 nm; amarela 566-589 nm; verde 496-565 nm; azul 436-495 nm e violeta 380-435 nm. Cada objeto destaca em si uma ou mais cores que sobressaem, enquanto o mesmo sofrer a ação de um facho de luz visível.

Cor Objeto - É a cor refletida ou transmitida por um objeto quando iluminado por uma fonte de luz padrão.

Cor Percebida – É o resultado da interação de muitos fatores complexos, como as características do objeto observado ou fonte luminosa; a luz inicidente no objeto; o meio ambiente; o eixo da visão e a adptação do observador.

Cor Psicofísica – É a capacidade de um observador em distinguir conjuntos de luz de mesmo tamanho; forma e estrutura, o que reduz a análise para a descrição da luz em termos de quantidade de potência da radiação.

Corpo Negro ( Radiador de Plank ) -É o corpo que absorve todas as radiações incidentes sobre si, independente da direção e da polarização das ondas eletromagnéticas. Este corpo tem para qualquer comprimento de onda a máxima concentração a uma determinada temperatura. Constitui-se num corpo metálico negro que apresenta um valor de 100% de absorção de energia, e portanto quando aquecido apresenta uma variação da sua cor devido ao implemento de calor. À medida que as temperaturas térmicas, medidas na escala Kelvin, crescem, seu espectro segue do infravermelho, passando pelo espectro visível, até atingir o ultravioleta e o ponto de fusão. Esta escala de cor, medida à partir desta correlação do efeito luminoso da incandescência do corpo negro, delimitou a referência de temperaturas de cor.

Cornija, Moldura côncava (sanca) – Friso de madeira, gesso ou polistireno decorativo para cobrir ajunta entre a parede e o tecto.

Corrente Alternada - Corrente periódica, cujo valor médio é igual a zero. Esta corrente oscila polaridades positiva e negativa num mesmo condutor. A frequência deste fenômeno de alternância peródica é medida em Hertz (Hz). Padrão Brasileiro 60 Hz. Corrente habitualmente encontrada em toda rede elétrica distribuída pela malha de uma Distribuidora de Energia: Residências, Condomínios, Comércio, Clubes, Estádios, Indústria e demais edificações.

Corrente Contínua - Corrente cujo valor é independente do tempo. Não provoca oscilações de polaridades. Por definição é uma corrente em que o componente essencial é a continuidade.
Encontrada em circuitos com baterias, pilhas e acumuladores de energia em geral. Ex: Veículos, Barcos, Aviões, Aparelhos à pilha e similares.

Corrente de Curto Circuito - É uma corrente muito elevada e várias vezes superior a corrente limite nominal dos condutores, que é gerada por um curto circuito. Esta corrente pode ser originária da rede elétrica ou de algum equipamento elétrico com as fases cruzadas. Como consequência deste fenômeno é gerado um sobreaquecimento intenso no circuito, proporcionando o risco de incêndios e queima prematura de aparelhos elétricos.

Corrente de Fuga – Corrente de condução que, devido a isolamento imperfeito, percorre um caminho diferente do previsto, e flui para elementos condutores estranhos a instalação. Note que os isolamentos, mesmo os mais perfeitos, proporcionam alguma corrente de fuga, mas a qualidade do serviço de isolamento manterá esta corrente em níveis aceitáveis. As distorções de corrente de fuga, devido a trabalhos mal feitos, causam perdas de energia, gerando consumo desnecessário que refletirá na conta de energia.

Corrente Eléctrica – É o fluxo orientado de elétrons através de um condutor, quando submetido a uma d.d.p. A unidade de medida é o ampére ( A ), O instrumento de medição é o amperímetro, A letra representativa é ( I )

Couceira de porta - As peças verticais de madeira de uma porta ou janela.

D

Desempenamento – É o acabamento final da argamassa ou alisamento da superfície.

Desperdício -Todo o material que é cortado e que não é usado.

Dobradiça de suspensão- Dobradiças que levantam uma porta quando esta é aberta.

Dupla Colagem – Método de assentamento que consiste no espalhamento da argamassa adesiva sobre o tardoz da cerâmica e sobre o substrato (contrapiso ou concreto).

E

Eléctricidade Estática – Conjunto dos fenômenos que envolvem as cargas elétricas em repouso ou em movimento

Eléctricidade DinâmicaEletricidade dinâmica trata dos fenômenos que
envolvem elétrons em movimento

Empena - As paredes salientes, por vezes encontradas nas extremidades de um telhado inclinado.

Encaixe – Um entalhe no canto da madeira para fixar algo.

EnchimentoMassa de enchimento para usar em madeira.

Escada mista - Uma escada que pode ser utilizada de duas ou mais formas. As utilizações incluem: escadote, escada de mão e escada de extensão.

Escareador – Um recesso com ângulo para esconder a cabeça de um parafuso. É também a ferramenta com o mesmo fim.

Escopro – Um cinzel de lâmina plana usado para cortar alvenaria. Utilizado por electricistas, canalizadores e ladrilhadores; também pode ser usado para levantar soalhos.

Espaçadores – São pequenas peças que servem para manter uniforme a largura das juntas. Estes espaçadores são de plástico, em forma de cruz. ou “T”.

F

Faixa comprida de argamassa – Uma fina camada de areia e cimento aplicada a pavimentos de betão.

Fechadura de caixa - Uma fechadura que é unida à superfície da porta, ao contrário de uma fechadura de embutir, que encaixa num entalhe cortado na porta.

Ferragens de porta - Um termo geral utilizado para designar puxadores, dobradiças, fechaduras, etc.

Ferramenta de calafetagem - Um aparelho para espremer vedante ou cola de um cartucho.

Fibra - A textura da madeira criada pelo crescimento anual de uma árvore.

Fibra de extremidade - As fibras da extremidade da madeira, que são altamente absorventes.

Filete – Uma tira estreita e fina. É normalmente aplicado a tiras de argamassa usadas na pavimentação.

Folheado – Uma camada muito fina de madeira cara colada a uma base mais barata.

Formão – Instrumento sólido para retirar madeira.Ver também lingueta.

Fungicida – Um tratamento químico para remover o bolor e o crescimento dos musgos.

Furo de guia - Um pequeno orifício feito para servir de orientação para um orifício maior.

G

GalvanizadoRevestimento com zinco para evitar que o aço enferruje.

Gravilha – Uma mistura de pedras e cascalho usada para servir de base para um pavimento.

Guia em meia-esquadria - Uma plataforma numa lixadeira fixa para suportar moldes enquanto a extremidade chanfrada é lixada.

Guilhotina – Tipo de janela em que cada parte da janela desliza na vertical.

I

Inclinação – A inclinação de um telhado ou de escadas.

Indicador de profundidade - Um dispositivo em volta de uma broca eléctrica para limitar a profundidade do orifício.

J

Junta de encaixe - Junta utilizada em trabalhos de madeira na qual um pedaço de madeira encaixa numa ranhura de outro pedaço.

Junta de topo - Junta entre dois pedaços de madeira em que um se une ao outro, como um formato em L ou em T ou extremidade com extremidade.

Juntas Estruturais – São juntas que se estendem da superfície do  revestimento cerâmico até o lastro de brita, e têm a função de permitir a movimentação da base de concreto.

Juntas Dessolidarização – São juntas que se estendem da superfície do revestimento cerâmico até o lastro de brita, e têm a função de
separar a calçada de outros elementos, como meio-fio, postes, bocas de lobo, dentre outros.

Juntas de Expansão ou Movimento -  São juntas que se estendem da superfície do revestimento cerâmico até o lastro de concreto armado.

Juntas de Assentamento – São juntas entre as peças cerâmicas, cujas funções são: compensar pequenas variações dimensionais entre as peças cerâmicas, proporcionar estanqueidade ao conjunto do revestimento, melhorar o aspecto visual, absorver as tensões de compressão dos revestimentos e permitir a troca de peças cerâmicas sem que se quebre o restante.

L

Lado direito ou esquerdo - Refere-se normalmente às dobradiças (isto é, nas dobradiças de suspensão), ligadas quer à direita quer à esquerda da porta.

LaminadoPavimento de madeira feito em camadas; a folha fina aplicada por cima dos trabalhos de madeira; vidro feito com uma camada de plástico no meio.

Lingueta – Secção reduzida numa peça de madeira concebida para encaixar noutra.

M

Macho e fêmea - Método de juntar pranchas (em soalhos ou revestimento) unindo extremidade com extremidade. Uma parte saliente numa peça encaixa num entalhe da seguinte.

Malhete em rabo de andorinha - Junta de madeira em que os pregos em ângulo de uma peça de madeira encaixam em recessos com ângulo idêntico noutra. Aplica-se também um serrote de costas com dentes finos para obter o mesmo efeito.

Máquina de desbastar - Ferramenta eléctrica para madeira que corta um entalhe ou um recesso.

Mástique – Vedante impermeabilizante flexível que não seca.

Mecha - Entalhe fundo cortado em madeira para, por exemplo, uma fechadura de embutir.

Meia-esquadria - Junção feita ao cortar duas peças de madeira a 45°, como nas molduras de fotografias ou de quadros.

Melamina – Plástico de fácil limpeza frequentemente usado para revestir o aglomerado de madeira utilizado em estantes.

Membrana impermeável - Camada impermeável colocada nos pavimentos para evitar o aparecimento da humidade.

Molde – Guia para furar ou cortar.

Molécula – Núcleo: Prótons – carga elétrica positiva
Nêutrons – carga elétrica nula
Eletrosfera: Elétrons – carga elétrica negativa

N

– Círculo de cor escura na madeira onde cresceu um ramo. Pode expelir resina ou cair.

O

Ombreira – Madeiras verticais que formam a parte lateral das molduras de janelas e de portas.

Orientação - A forma como os dentes alternados de uma serra manual estão dobrados na lâmina, para tornar o corte maior do que a lâmina da serra e para evitar que a serra prenda.

Orifício de abertura - Orifício perfurado para receber todo o tamanho do parafuso.

P

Padrão – Molde à volta do qual algo se molda a si próprio.

Painéis embutidos - Cobrir portas com madeira dura para as tornar planas.

Parede de taipa - Uma forma antiquada de construir tectos e paredes divisórias. O gesso é aplicado a ripas finas de madeira, que são fixas a prumos (paredes) ou a traves horizontais (tectos).

Parede dupla - Um método de construção em que as paredes exteriores da casa são formadas por duas “camadas” (normalmente uma de tijolo e outra de um material mais leve) com um espaço entre ambas.

Parede interior - A parede entre duas casas geminadas ou duas casas com terraço.

Pedra de afiar a óleo - Pedra plana abrasiva utilizada com óleo para afiar os cinzéis e as facas.

PerfiladuraMoldura de madeira usada para segurar o cimento enquanto este seca.

Placa de fibra de média densidade - Tábua fabricada com fibras de madeira e resina. Possui uma superfície macia e aceita parafusos e pregos, mas necessita de ser transportada com cuidado.

Placa impermeável - Camada impermeável colocada em paredes exteriores para impedir que a humidade suba pelas paredes.

Pladur – Placas de gesso sólido entre folhas de papel muito duras, utilizadas para construir paredes divisórias e tectos.

R

Rejunte – Preenchimento das juntas de assentamento, de preferência com argamassa de rejunte industrializado.

Ressalto – Peça concebida para encaixar num recesso.

Ripa – Nome dado a um pedaço de madeira usado para segurar temporária ou permanentemente telhas, azulejos ou cimento enquanto seca.

S

Silicone – Plástico flexível usado para vedar.

Sofito – As tábuas de madeira horizontais usadas nos beirais.

T

Tardoz – Face não esmaltada de uma peça cerâmica

Tela – Tiras de chumbo ou zinco usadas para impermeabilizar as junções do telhado.

Tempo de Ajuste - É o tempo durante o qual se pode operar movimentações na peça recém colocada sem prejuízo da aderência.

Tempo de Mistura – É o tempo recomendado para a mistura da argamassa de cimento em betoneira.
O tempo mínimo recomendado é de 3 minutos.


Tempo de Pega – É o tempo compreendido desde o preparo da argamassa adesiva até o momento em que esta começa a endurecer.

Tempo de Uso das Argamassas – É o tempo máximo de uso da argamassa após seu preparo. Nas argamassas de cimento não deve exceder 2 horas e meia.

Tempo em Aberto – É o tempo compreendido entre o espalhamento da argamassa sobre a camada de regularização, e o instante em que a mesma não mais apresente capacidade adesiva

Tensão Eléctrica – É a diferença de potencial existente entre dois pontos distintos, Diferença de Potencial, A unidade de medida é o volt ( V ),  O instrumento de medição é o voltímetro, A letra representativa é ( V, U ou E )

Tinta brilhante - Tinta de óleo com um acabamento brilhante usada na madeira e no metal.

Tinta de emulsão (látex) - Tinta de água para paredes.

Torneira de interrupção - Válvulas instaladas em canos de água para interromper o fluxo da água através destes.

Traço – Proporção dos componentes relativamente ao aglomerante principal, em geral o de maior reatividade química e potencial aglomerante.

Traves – Peças de madeira de grandes dimensões usadas na construção da casa para suportar pavimentos, tectos e telhados planos.

Tubo de descarga - Uma parte essencial de um lavatório ou de uma banheira ou um cano ligado a um reservatório de água.

U

Unidade de consumidores - O termo moderno para uma caixa de fusíveis eléctrica. Pode conter corta-circuitos em miniatura em vez de fusíveis, dependendo da sua idade.

Unidade de ligação eléctrica - Um instrumento eléctrico que permite que o equipamento eléctrico esteja sempre ligado.

V

Verniz de poliuretano - Um verniz muito rígido (tinta sem cor), que aguenta o calor e as manchas de resina.

Vidro chumbado - Janela em que os pequenos vidros são seguros por tiras de chumbo.

Vigas – As tábuas de madeira inclinadas de um telhado.

5 Comentários para “GLOSSÁRIO”

  • jacinto diz:

    queria saber como retirar cera normal de um soalho e aplicar novamente cera .

  • Paschoal Restaurador (art.Plástico RJ) diz:

    Vibrações positivas sempre. Será muito válido alguns itens deste Glossário no decorrer dos cursos que vamos iniciar. Vivendo e aprendendo sempre, com as empresas que têm planos de méritos como esta empresa. Nos cursos,vou aproveitar essas informações como plano de aula, certo de que será um sucesso com proveito.

  • Pacheco diz:

    “simplesmente maravilhoso este site; mais bem explicativo que isto?acho dificil.

  • Anónimo diz:

    Como regular a tensão da linha numa máquina de costura, pois mexi na parte interna porque o suporte caiu então mexi no parafuso central do regulador

  • Anónimo diz:

    Como regular a tensão da linha numa máquina de costura, pois mexi na parte interna porque o suporte caiu então mexi no parafuso central do regulador

  • Deixe um Comentário:

    Nome (obrigatório):
    Mail (não será publicado) (required):
    Website:
    Comentário (obrigatório):
    XHTML: Usted puede utilizar el siguiente: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

    Quero fazer uma pesquisa por: