Plantas em vaso: a localização ideal

Para quem não possui um jardim ou quintal, mas ainda assim aprecia plantar flores e outras plantas naturais, mantê-las em vasos é sempre uma excelente alternativa. Contudo, alguns cuidados essenciais são importantes para as manter bonitas e nas melhores condições, sendo que a localização adequada tem um papel determinante na longevidade e beleza da planta.

A orientação da varanda ou janela, a incidência de luz solar e o clima de onde a planta em vaso irá ficar são particularmente importantes e limitam o tipo de planta a cultivar.

Aqui ficam algumas orientações quanto à localização ideal para as plantas em vaso.

Plantas em vaso

As plantas, como qualquer outro organismo vivo precisam da energia do sol para sobreviver e se alimentar. Contudo, podemos dividir as plantas em diversos tipos distintos, sendo que cada um tem diferentes necessidades quanto à sua localização. Por exemplo, existem plantas que apreciam e necessitam de uma forte exposição solar ao longo de todo o dia, enquanto outras necessitam de alguma sombra. Algumas plantas exigem até quase penumbra para se manterem saudáveis.

Também o tipo de clima da região faz toda a diferença. Enquanto que algumas plantas gostam de estar em locais com temperaturas mais secas, outras preferem alguma humidade no ar.

Ou seja, não existe uma localização ideal. O fundamental é que saiba escolher as espécies adequadas às condições oferecidas pelo espaço que dispõe.

Seguem-se alguns exemplos de plantas para cada tipo de orientação:

  • Espécies que gostam de sol:

Abelia spp. (abélia), Agave spp. (agave ou piteira), Agerantum houstonianum (agerato), Alyssum spp, (alisso), Buddleja davidii (budleia), Callistemum spp. (calistemo), Dahlia spp. (dália), Hebe spp. (hebe ou verónica), Hosta spp. (hosta), Myrtus communis (murta), Passiflora caerulea (martírio, flor-da-paixão ou maracujá), Tropaeolum majus (chaga ou capuchinha).

  • Espécies de meia-sombra:

Alocasia macrorrhiza (alocásia), Anemone spp. (anémona), Aporocactus spp. (aporocactus), Aster spp. (áster), Bellis perenis (margarida vulgar), Clivia spp. (clívia), Forsythia spp. (forsítia), Guzmania spp. (guzmania), Heliconia spp. (heliconia), Lonicera spp. (madressilva), Viburnum spp. (viburno).

  • Espécies que preferem sombra:

Aucuba japonica (loureiro-do-japão), Dryopteris spp. (feto), Fatsia japonica (aralia japónica), Parthenocissus spp. (vidreira-virgem), Ranuculus spp. (ranúnculo), Rudbeckia spp. (rudbeckia), Vinca spp. (vinca).

O nosso conselho é que antes de adquirir a espécie de planta em vaso para o espaço que dispõe, que se informe previamente acerca das suas necessidades, principalmente em relação à localização adequada. Verifique no vaso, etiqueta ou peça auxílio a alguém especialista na matéria para solucionar as suas dúvidas. Embora não seja absolutamente imperativo seguir à risca todas as indicações, a verdade é que a planta só poderá revelar toda a sua beleza se estas forem efetivamente respeitadas.




Uma resposta

  1. Olário Gieseler Responder

Deixar Comentário