Plantas: reprodução por estacas

A reprodução de plantas por estacas é uma técnica muito simples e que com alguns conhecimentos básicos pode ser adequada tanto para os mais experientes como para os principiantes.

Uma das grandes vantagens da reprodução por estacas é que é uma excelente forma de reproduzir de modo fiel o aspecto da planta-mãe. Desta forma sabemos sempre, com certeza quase absoluta, qual será a aparência da planta quando crescer e podemos antever o resultado de todos os nossos esforços.

 

Existem diferentes tipos de estacas, dependendo do tipo e espécie da planta:

  • de raiz
  • de bolbo
  • de folha
  • ou de caule

Cada um destes tipos de estacas requer diferentes cuidados na altura da reprodução, sendo também necessário respeitar datas propícias para a reprodução de cada uma.

Em primeiro lugar, é absolutamente essencial escolher um exemplar saudável e em bom estado, ou seja, um exemplar que não apresente qualquer sintoma de doença nem pragas. Faça um corte limpo com uma faca bem afiada ou tesoura (não se esqueça de desinfectar previamente) na secção correspondente da planta. Tenha em atenção que o local do corte varia de planta para planta, pelo que deve fazer uma pesquisa cuidada antes de se aventurar, para não se desiludir posteriormente com os resultados.

A grande maioria deste tipo de estacas é de cultivo e reprodução fácil, bastando ser plantadas diretamente no substrato adequado após a extração da planta-mãe.

Como se faz estaca de folha

  1. Tenha cuidado no momento da seleção da folha a cortar. Convém que escolha uma folha que esteja em bom estado. O corte deverá ser sempre feito com uma faca ou tesoura bem afiada, de modo a ficar o mais limpo possível.
  2. Coloque a folha acabada de cortar num recipiente com substratato. Um pequeno vaso é o alojamento ideal por enquanto. Faça um buraco com um palito e coloque a folha no buraco criado, com cuidado para não a danificar. Se necessário use uma pinça para acomodar bem a planta no substrato. A folha deve ser colocada de forma a permanecer erguida.
  3. Regue a planta com um pouco de água e coloque-lhe uma capa protetora em redor. Uma garrafa de refrigerante cortada ao meio é uma excelente opção(como na imagem). Esta “atmosfera protetora” deve permitir a passagem de luz e vai ajudar a manter uma temperatura constante e ideal para o enraizamento e desenvolvimento da planta.
  4. Convém etiquetar os exemplares plantados com dados como a mistura do substrato empregue ou a data de plantação. Estes dados vão ser muito úteis para conseguir documentar as suas experiências e evitar maus resultados de reprodução no futuro.
  5. Para finalizar a reprodução por estaca de folha agora só precisa esperar para que a planta se comece a desenvolver e a crescer, transformando-se num exemplar tão bonito como a planta-mãe de onde foi extraída.



6 Comments

  1. Regina Motta Responder
  2. Alice Cautela Cautela Responder

Deixar Comentário