Sistema de distribuição de água fria

Sistema de distribuição de água fria

A partir do contador, existem dois processos — directo e indirecto — para a distribuição de água fria até às torneiras de serviço e aos autoclismos.
No caso do método directo, o tubo principal de elevação segue através da casa, dele derivando tubos para a banheira, os lavatórios e outros pontos de utilização de água.
Se a casa tiver uma canalização para distribuição de água quente, o tubo de elevação irá ligar-se a um depósito de armazenagem de água fria, sendo o seu débito regulado por uma válvula de nível com bóia. Esta válvula fecha-se automaticamente assim que a água do depósito atinge um nível preestabelecido.
A água é canalizada a partir do depósito para abastecer o sistema de água quente, devendo por isso aquele estar situado acima da saida mais alta da água quente, de modo a assegurar uma pressão adequada.
No caso do método indirecto, o tubo principal dirige-se verticalmente para um depósito. A água é canalizada do depósito para os diversos dispositivos distribuídos pela casa e para o cilindro da água quente.
Só a torneira da cozinha é ligada directamente ao tubo principal, a fim de se obter um abastecimento de água em melhores condições para preparação dos alimentos e para beber. A água das outras torneiras está sujeita a contaminação, pelo que não se deve bebê-la.
Para verificar se um sistema é do método directo ou indirecto, feche a torneira de segurança do tubo principal na vertical. Se o sistema for do método directo, será cortado o fornecimento a todas as torneiras de água fria e autoclismos. Se for indirecto, só a torneira da cozinha será afectada.
No entanto, em algumas casas mais antigas existem combinações de sistemas directos e indirectos. Em consequência, quando se fecha a torneira do tubo principal, é necessário verificar todas as torneiras e válvulas de nível com bóia.

rede-de-agua-fria




Deixar Comentário