Texturas na pintura: efeito esponja

Pode criar uma grande variedade de efeitos usando tintas, vidraços e algumas ferramentas simples, tais como esponjas. Criar efeitos e texturas nas paredes é uma forma muito simples de dar nova vida à decoração de um espaço.

O efeito esponja, por exemplo, oferece-lhe também diversas possibilidades, consoante a forma como o aplica. Pode optar por usar este efeito na totalidade das paredes, em apenas algumas áreas selecionadas, em várias camadas ou apenas uma, tudo depende das suas necessidades e criatividade no momento da elaboração desta tarefa.

Por exemplo, apenas uma camada com a esponja produz um padrão mais suave e subtil, enquanto que se optar por aplicar camadas múltiplas vai conseguir um efeito totalmente distinto, mais carregado e ousado.

Confira de seguida algumas dicas de como fazer este efeito esponja.

 

 

Técnica da esponja

  • O primeiro passo é pintar a cor de base na parede, de forma normal com rolos e trinchas, assegurando-se de que todas as áreas estão cobertas com a cor eleita. A camada com efeito-esponja pode ser aplicada enquanto a tinta ainda está fresca ou depois de secar, dependendo do efeito que queira criar.
  • Tenha o cuidado de remover o excesso de tinta quando optar pela aplicação da técnica da esponja. É importante que coe o vidraço ou tinta previamente para um prato ou um recipiente, antes de proceder à aplicação na parede, ou corre o risco de ficar com uma mancha demasiado sólida e carregada. Se usar demasiado vidraço ou tinta, então volte a aplicar um pouco de cor base para corrigir o erro.
  • Quando estiver a aplicar a esponja na parede, certifique-se que vai rodando a mão, de modo a conseguir diferentes texturas e manter um padrão irregular.
  • Em lugares pouco acessíveis da parede, como cantos e rebordos, facilite a tarefa com recurso a um lápis. Cole um pouco de esponja na ponta do lápis e aplique o efeito facilmente na parede, sem correr o risco de manchar outras áreas e lhe permitir o acesso direto aos cantos.
  • Como o efeito esponja é feito à mão, irá demorar o dobro do tempo que demora a pintar a parede com rolos ou trinchas. Com esta técnica apenas consegue cobrir uma área pequena de cada vez, tendo sempre de certificar-se que o padrão fica equilibrado e que não se notam linhas de demarcação.
  • Aconselhamos que teste previamente num papel ou cartão antes de aplicar a esponja na parede. O tamanho da esponja que usar para pintar é outro fator que influenciará o aspecto final e quanto tempo demorará para acabar o trabalho. Uma esponja menor irá dar à sua parede um ar mais texturizado e padronizado, e uma esponja maior irá dar à parede um aspecto completamente diferente.
  • Pode também optar por cortar a esponja num formato diferente, conseguindo assim também um padrão mais original na parede ou tentar diferentes métodos de aplicação para obter resultados diferentes.



Sem respostas

Deixar Comentário