Como aplicar papel de parede

Para aplicar papel de parede deve primeiro começar numa parede perto de uma janela aproveitando melhor a luz natural. Deve começar a medir o papel de parede a partir do canto. Acrescente à medida da largura pelo menos cerca de 2,5 cm, para que o papel se dobre sobre a parede da janela.
Pegue na primeira tira de papel e desdobre o extremo superior verificando se está  alinhado com o fio-de-prumo, como está  ilustrado na figura. Depois de ter a certeza que o papel de parede está bem ajustado, descole as dobras  inferiores e cole o papel na parede com a ajuda de uma escova de alisar ou rolo para colar bem o papel à parede. Passe a escova do centro para fora, colando as bordas. Deve vincar com cuidado o papel de parede contra o tecto e  contra o rodapé, depois levante-o um pouco, tanto em cima como em baixo e com uma lâmina corte o excesso de papel de parede. Depois com a ajuda do rolo de cantos passe nas bordas para ter a certeza de que estão coladas. O rolo de cantos não deve ser usado no papel de parede com padrões ou com relevo estampado. Só se o papel for forrado com espuma, para  evitar que se amasse o padrão. Em alternativa use uma esponja seca ou um rolo felpudo limpo para comprimir bem o papel contra a parede.
Quando a tira de papel estiver colada deve verifica-la em todo o cumprimento, tenha atenção a eventuais bolhas de ar. Se isso acontecer alise-as com uma escova, do centro para as bordas. Normalmente as  bolhas pequenas desaparecem enquanto o papel seca. Caso contrario, deve corta-las com uma lâmina e com um pincel fino aplique cola nas bordas do corte. Depois de finalizar esta operação deve comprimir  de novo o papel de parede e limpar o excesso de cola com um pano húmido.
Vá colando as tiras uma a uma. Tenha atenção para acertar o desenho ou padrão com as tiras coladas anteriormente. Se não tiver muita experiência em aplicar papel de parede, corte uma tira de cada vez. Se o papel for liso terá de o colar de forma a não se notar os cortes.
Continue a colar  o papel de parede  até chegar a um canto interno ou externo. Normalmente, os cantos não são totalmente verticais. Para não deixar rugas no papel, meça em diferentes pontos a distância que separa do canto a última tira de papel, acrescente 2,5 cm à medida maior e corte uma altura de papel com esta largura. Depois cole o papel, e alise-o de modo que os 2,5 cm extras cubram o canto.  Depois cole a restante tira cortada de maneira que no canto, esta sobreponha, no mínimo, a margem deixada pela tira anterior.  Por fim dever ter a verificar se o papel está alinhado com o fio-de-prumo.

Obstruções.

Se existirem tomadas e interruptores, primeiro deve desligar a corrente no quadro geral e tirar os parafusos do espelho da tomada ou interruptor eléctrico. Isto deve ser o bastante para poder cortar o papel, deixando uma pequena margem para ser introduzida por detrás do espelho. Se não conseguir retirar a tomada ou interruptor eléctrico, vinque o papel nas bordas do espelho e depois em X  de modo a retirar os excedentes. Por fim e alise meticulosamente o papel de parede em volta da tomada.
Para os caixilhos de portas e janelas, ao cortar o papel de parede deixe cerca de 5 mm de margem para dobrar sobre o caixilho conseguindo deste modo ocultar algum intervalo ou irregularidade nas ombreiras.
Se na divisão onde vai colocar o papel de parede possuir um fogão de sala  no centro ou outro objecto central deve colocar a tira de papel que fica acima do fogão no centro deste.
Cole em seguida as tiras dos lados, acertando o papel  de parede usando processo utilizado para os cantos.




6 Comments

  1. Celso Milton Gobbi Responder
  2. Ademar Responder
  3. Jacira Responder
  4. alexandre laus Responder
    • Rômulo cristiano Responder

Deixar Comentário