Como fazer biodiesel caseiro

O biodiesel é um combustível alternativo para os motores a diesel. É feito a partir de óleo vegetal e / ou gordura animal. Visto ser derivado de materiais orgânicos renováveis tem sido demonstrado que reduz certas emissões nocivas quando queimado em comparação com o diesel convencional. Listamos alguns passos para que possa fazer biodiesel caseiro.

 

Coisas que vai precisar para fazer biodiesel

 

 

Calças longas

Camisa de manga longa

Sapatos

Avental de serviço pesado

Luvas resistentes a produtos químicos

Óculos de proteção

1 Litro de óleo vegetal

3,5 Gramas de hidróxido de sódio (soda cáustica)

200 ml de Metanol

Liquidificador de vidro com opção de baixa velocidade ou outro aparelho de mistura, de vidro

Balança digital (para medir 3,5 gramas)

Proveta graduada ou copo medidor (para medir 200 ml)

Recipiente de vidro marcado para medir um litro

Recipiente de vidro com capacidade de pelo menos 1,5 litros

 

biodiesel

 

1º passo: Deve trabalhar num lugar seguro.

 

Isto pode significar em ambiente de laboratório clínico. Poderá encontrar laboratórios adequados na maioria das faculdades e instituições de pesquisa. Também é possível trabalhar em casa mas isso requer cautela. A fabricação de seu próprio biodiesel pode ser ilegal e pode colocar a sua casa em risco de um fogo, fumaça ou monóxido de carbono.

 

  • Um bom local de trabalho tem que ser bem ventilado e ter acesso livre à água, estações de eye-wash (lavagem de olhos), extintores de incêndio, material de contenção de derramamento, um alarme de incêndio e um telefone para usar em caso de emergência.

 

2º Passo: Deve respeitar os códigos de vestuário de laboratório.

 

A maioria dos laboratórios afixam as instruções de vestuário e essas devem ser seguidas. Deve sempre usar uma camisa de manga comprida, calças compridas e sapatos em qualquer ambiente de laboratório.

 

  • Ao fazer biodiesel, também deve usar um avental de serviço pesado, luvas resistentes a produtos químicos (borracha butílica é melhor para lidar com metanol e soda cáustica) e óculos de proteção. As luvas devem ser cumpridas para chegar aos cotovelos ou ter punhos que possa puxar sobre a camisa de manga comprida.

 

3º passo: Deve obter óleo de boa qualidade.

 

Os óleos mais fáceis de usar para o fabrico de biodiesel são os óleos vegetais neutros como canhola, milho e óleo de girassol, estes óleos estão prontamente disponíveis em supermercados e tem um baixo ponto de fusão, o que significa que não irão solidificar se ficarem muito frios.

 

  • Evite o uso de óleo de amendoim, de azeite, óleo de coco, óleo de palma, sebo e banha. Todos estes contêm mais ácidos do que os óleos neutros recomendados. Estes ácidos podem interferir com as reações que têm lugar durante o fabrico do biodiesel. O óleo destas fontes solidifica a temperaturas relativamente elevadas. O biodiesel tem geralmente um ponto de fusão mais baixo do que o óleo a partir do qual é fabricado mas estes óleos podem ainda ser difíceis para os principiantes no fabrico do biodiesel.
  • Também é possível utilizar óleo vegetal que tenha sido usado para cozinhar. No entanto, o óleo usado deve ser filtrado para remover partículas, depois deve ser deixado para assentar durante 24 horas para separar o óleo de qualquer água ou outras impurezas. O óleo puro será claro e brilhante, sem sedimentos.

 

4º passo: Deve garantir que todos os recipientes estão bem rotulados.

 

Utilize os recipientes apenas para fazer biodiesel, não os utilize para armazenar alimentos, mesmo depois de os lavar muito bem.

Procedimento

 

  1. Utilize o liquidificador ou misturador de vidro e adicione 200 ml de metanol. Tome cuidado para não espilrar ou derramar. Regule o liquidificador ou misturador para “baixo”.

 

2. Adicione 3,5 gramas de soda cáustica. Deve pesar a soda cáustica rapidamente porque esta absorve a humidade do ar. Por este motivo, certifique-se de selar bem o recipiente de origem da soda cáustica.

  • O resultado da mistura do metanol e da soda cáustica é metóxido de sódio. O metóxido de sódio não pode ser deixado em repouso durante muito tempo, este degrada na presença da humidade.

 

3. Permita que a soda cáustica dissolva, completamente, no metanol. O processo deve levar cerca de dois minutos. Proceda quando a mistura estiver clara, sem partículas não dissolvidas.

  • Mais uma vez, esteja atento, o metilato de sódio irá degradar rapidamente, proceda à próxima etapa assim que a soda cáustica esteja completamente dissolvida.

 

4. Aqueça 1 litro de óleo vegetal a 130 ° F (55 ° C) Adicione o óleo quente à mistura. Permita que a nova mistura se misture durante cerca de 20 a 30 minutos.

  • Esta mistura forma dois produtos, biodiesel e glicerina.

 

5. Despeje a mistura num recipiente de vidro de boca larga. Deixe a mistura sentar.

  • A mistura deve separar-se em duas camadas, biodiesel e glicerina. Uma vez que o biodiesel é menos denso do que a glicerina, este deve flutuar formando a camada superior.

 

6. Deixe a mistura repousar durante várias horas. Quando a mistura estiver completamente separada guarde, cuidadosamente, a camada superior para utilizar como combustível biodiesel.

  • Separe a camada superior do fundo, derramando-a com muito cuidado ou com a utilização de uma bomba.

 

7. Descarte a glicerina de forma correta. Normalmente a glicerina pode ser descartada com o lixo normal.

  • Se não quiser desperdiçar a glicerina considere coloca-la numa pilha de compostagem para acelerar o processo de decomposição ou utilize-a para fazer sabão.

biodiesel3

Avisos

  • Caso se forme um depósito no fundo do seu biodiesel, deve evitar utilizá-lo no seu tanque de combustível. O biodiesel deve ser filtrado até que o depósito seja removido.
  • A soda cáustica é corrosiva para a pele. Mantenha uma garrafa de vinagre à mão, no caso de derrame da soda cáustica na sua pele lave imediatamente a área com vinagre para neutralizar o químico, de seguida enxague com água.
  • Mantenha a área de trabalho livre de distrações. Não tente fabricar biodiesel em sítio onde estejam crianças ou animais.
  • Não leve qualquer alimento ou bebida para a área de trabalho onde pretende fabricar o biodiesel.
  • O metanol deve ser manuseado com extremo cuidado. O metanol é o produto químico mais perigoso utilizado para o fabrico de biodiesel. É extremamente inflamável e pode queimar ou explodir com uma única faísca. Também é venenoso e pode causar cegueira se for inalado ou ingerido.
  • Consulte o manual ou fabricante do seu veículo antes de utilizar biodiesel no tanque de combustível do mesmo. O biodiesel pode prejudicar os veículos que não são fabricados para o utilizar.

 

O motor a diesel vai funcionar melhor e durar mais tempo com o biodiesel caseiro, este é muito mais limpo, melhor para o ambiente e melhor para a saúde.

 

Se fabricar o biodiesel a partir de óleo de cozinha usado não só é barato, mas irá reciclar um produto residual problemático que muitas vezes acaba em esgotos e aterros em vez de ser reciclado.

 

Fazer o seu próprio combustível vai-lhe dar uma sensação de liberdade, independência e capacitação.

 

O biodiesel é um combustível limpo, seguro e pronto a usar, é uma alternativa, no entanto é justo dizer que muitos sistemas SVO são ainda experimentais e precisam de um maior desenvolvimento.

Por outro lado, o biodiesel pode ser mais caro, dependendo da quantidade que faz, dos produtos que utiliza para o fazer e se está a comprar óleo novo ou a utilizar óleo usado.

 

Existe um rápido crescimento de fabricantes de biodiesel caseiro, muitos já fabricam biodiesel há muitos anos.

 

Uma resposta

  1. nuno patro Responder

Deixar Comentário