Como fiar lã manualmente com um fuso simples

Técnica de fiar lã com  fuso simples

A lã em bruto deve ser desembaraçada e cardada antes de fiada. Precisa para este efeito de duas cardas, que é uma espécie de pás de madeira com dentes metálicos, que pode também encontrar numa casa de material para trabalhos de artesanato.

Lavagem

Lave a meada de lã em água morna com pouco sabão. Esprema suavemente. Passe várias vezes por água limpa. Ponha a secar ao ar livre, mas à sombra, pendurada num poste. Mude a posição da meada no poste até a lã secar completamente. Enrole num novelo para a tecelagem.

Como torcer o fio

Para que o fio possa ser utilizado em tecelagem, torcem-se dois fios simples. Colocam-se dois cones de fio simples num recipiente assente no chão para que os cones não rebolem e o fio se desenrole facilmente.
Prenda as pontas dos dois fios ao fuso e faça-o girar como se estivesse a fiar, mas na direcção contrária.
Quando todo o fio estiver torcido, dobre-o numa meada em cavilhas colocadas a uma distância de 45 cm uma da outra ou nas costas de uma cadeira. Ate as pontas da meada e depois dobe a lã, fazendo vários oitos para que não fique embaraçada.

Como fiar

Pegue num fio de lã já cardada e ate-o ao fuso, acima do contrapeso deste. Enrole o fio ao cabo do fuso, abaixo do contrapeso, e depois leve-o até acima e prenda-o com um nó ao entalhe do topo do fuso. Faça girar o fuso, e o fio vai ficando torcido até ao ponto onde está seguro pelos seus dedos. Vá puxando o rolo para que o fio fique com uma espessura regular. Continue a rodar o fuso até que o fio de lã tenha o comprimento suficiente para que o fuso chegue ao chão.
Corte o fio a cerca de 25 cm do entalhe e desfie as pontas. Pegue nas pontas desfiadas e numa ponta do rolo entre os dedos e o polegar da sua mão esquerda. Deixe pender o fuso e depois faça-o girar com a mão direita, de forma que as fibras e o fio sejam torcidos de forma uniforme até à sua mão esquerda.
Com a mão direita, puxe cuidadosamente mais algumas fibras do rolo e faça girar novamente o fuso até que as fibras fiquem torcidas com regularidade. Repita este movimento de puxar e fiar as fibras com gestos sempre iguais e até que a lã fiada seja tão comprida que o fuso toque no chão. Solte a lã fiada do entalhe e da parte de baixo do fuso. Enrole o fio em volta do cabo do fuso, formando um cone. Prenda outro tipo de lã cardada ao entalhe e recomece o processo. O fio de lã assim fiado é designado pelo nome de fio simples.




Deixar Comentário