Cuidar de suculentas e catos

As suculentas e catos são das plantas mais fáceis de tratar. São a opção perfeita para quem dispõe de pouco tempo para cuidar de plantas.

Entre as suas inúmeras vantagens, estas plantas dão-se bem tanto no interior como no exterior, apreciam muito sol e exigem poucos cuidados.

Outra das suas principais características é o facto de serem muito resistentes e terem uma enorme capacidade de adaptação até às condições de vida mais duras, às quais a maioria das plantas não conseguiria resistir.

 

suculentas

 

Contudo, embora não sejam plantas difíceis de manter saudáveis e bonitas, exigem alguns cuidados essenciais que deverá ter. Muitas pessoas caem no erro de matarem prematuramente a planta, pois como a consideram super resistente, não necessita de nenhum cuidado. Entre a principais causas de morte prematura, destacamos os seguintes:

  • A planta morre devido à falta de água
  • A planta morre por apodrecimento das raízes devido ao excesso de água
  • A planta morre por excesso de adubo
  • A planta morre porque o solo não contém nutrientes suficientes para a sua sobrevivência

 

Alguns cuidados a ter com plantas suculentas em vaso

É essencial escolher o vaso ideal para acomodar a planta. Fatores como tamanho e drenagem são importantes nesta escolha. Por exemplo, certifique-se que o vaso tem tamanho suficiente para acomodar as raízes com folga, pois estas precisam de crescer e desenvolver-se. Tenha também em atenção que o tipo de material com que o vaso é feito vai fazer toda a diferença. Por exemplo, um vaso de plástico vai exigir menos regas que um vaso cerâmico, uma vez que no primeiro a água não é absorvida e permanece mais tempo molhado.

Várias espécies de suculentas podem ser agrupadas num único vaso. Contudo, tenha sempre o cuidado de agrupar apenas as espécies com as mesmas necessidades de solo, água e sol. As plantas mais altas não devem fazer sombra às de menor porte que estejam no mesmo vaso ou em vasos próximos.

Não se esqueça de utilizar um substrato bem drenado. Se quiser use o seguinte substrato, quando não houver outra solução mais eficiente: 1/3 de terra comum, 1/3 de areia grossa e 1/3 de matéria orgânica (húmus de minhoca, esterco curtido, etc).

Lembre-se também que as suculentas e catos são plantas que precisam de bastante luz directa, pois é esta que lhes permite que se desenvolvam nas melhores condições. No interior coloque-as sempre perto de uma janela ou numa zona da casa bem iluminada. No exterior, coloque o cato numa área com bastante sol, mas protegido do tempo mais rigoroso e frio.




Uma resposta

Deixar Comentário