Cultivo de plantas – alfazema

cultivo de plantas de jardim – Alfazema

Desde há muito conhecida e utilizada pela Humanidade, a Alfazema ou Lavanda foi baptizada de nardus pelos gregos, assim baptizada por causa de Naarda, cidade síria à beira do rio Eufrates. A tranquilidade e a pureza são inerentes à fragrância de alfazema.
Perfume fresco e limpo, era o aditivo de banho preferido dos gregos e romanos, e o seu nome (Lavandula) deriva do latim lavare (lavar). Erva europeia, de 30 a 60cm de altura, com caule estirado com flores violetas dispostas em círculos. É preciso cautela para não confundi-la com o Alecrim. Durante as duas Grandes Guerras, a alfazema ou lavandula foi utilizada para limpar os ferimentos dos soldados.

As flores de alfazema são de cor azul ou violeta, pequenas e dispostas numa espiga terminal de 5 a 15 cm. O caule é verde, muito ramificado e lenhoso.

Caracteristicas do cultivo de alfazema

Clima: Temperado quente.
Luminosidade: Muito resistente ao sol quente de verão.
Solo: Árido e calcário.
Propagação: Por sementes ou estacas.

Indicações terapêuticas

A lavanda é sedativa e equilibradora, digestiva, anti-reumática e anti-inflamatória, anti-séptica, cicatrizante, relaxante, redutora da fadiga, sedativa, balsâmica e insecticida.

Modo de usar

Planta toda, por infusão: Laringite, faringite, coqueluche. Antiespasmódico, combate cólicas, gases e indigestão, distúrbios gástricos, amenorreia, apoplexia, asma, afecções do fígado e do baço, cãibras, dores de cabeça, enxaqueca, nevralgias, hipocondria, inapetência, icterícia, nervosismo, reumatismo.

Outros usos:

Uso caseiro: Fazer com a flor de lavanda saquinhos para gavetas (espanta traças), almofadas e poutporris. A infusão das flores de alfazema aplicada no couro cabeludo livra-o de parasitas; alguns veterinários também utilizam para destruir piolhos e outros parasitas. Moscas e mosquitos também não gostam do cheiro de lavanda, poutpourris com lavandula afastam os insectos.

Uso culinário: As folhas e ramos de alfazema são usados para dar sabor às saladas e pratos guisados, por um lado, e a doces de frutas e gelatinas, por outro, bem como para a preparação de azeite e vinagre de alfazema. Com as folhas de alfazema, preparam-se também algumas infusões e dá-se sabor a alguns tipos de chá.

Aromaterapia: O óleo essencial de lavanda é usado para cortes, queimaduras, reumatismo, alergias de pele, queimaduras de sol, dor de cabeça, insónia, problemas inflamatórios, artrite, pelas propriedades bactericidas. Também é eficaz para restaurar a circulação sanguínea dos pés. O banho perfumado com óleo essencial de alfazema é excelente tratamento contra a insónia.

 

3 Comments

  1. THALYTA Responder
  2. cleide helena dos santos Responder

Deixar Comentário