Como Começar      Casas Seguras      Como Comprar      Dicas de Trabalho      Materiais      Poupança      Reparar Equipamentos

Download 3 Ebooks Grátis

Exercicio Físico nas crianças

Tanto os especialistas da Organização Mundial de Saúde como da Comunidade Europeia insistem na necessidade de desenvolver, desde a mais tenra idade, o gosto pelas actividades físicas. A prática do exercício físico deve fazer parte da educação, tal como a aprendizagem da leitura, da escrita e da linguagem

Exercício Físico nas crianças

Para a criança, a actividade física é um meio de se libertar de algumas pressões (disciplina escolar, obediência), bem como de descarregar a sua agressividade natural. Por outro lado, a prática regular de exercício físico estimula o crescimento e permite o desenvolvimento harmonioso da musculatura e das principais funções vitais: cardíaca, vascular e pulmonar. O organismo utilizará melhor a alimentação e, especialmente, os açúcares, dos quais as crianças têm, frequentemente, tendência para abusar. Mas é importante não “pressionar” uma criança demasiado cedo, nem a forçai” a fazer esforços para os quais ela ainda não está preparada. Antes dos seis anos, brincar constitui o exercício físico ideal, porque a criança ainda não atingiu toda a sua capacidade de autodomínio e de concentração na realização de exercícios motores.

Quase todos os desportos podem ser iniciados a partir dos seis-sete anos, excepto os que exijam muito esforço e as competições intensivas, que provocam stress. Portanto, até à adolescência, são desaconselháveis o squash, a halterofilia, o mergulho, as corridas em zonas de grande altitude, o boxe e tutti-quanti… De qualquer modo, é preciso ter cuidado, especialmente em períodos de forte crescimento, porque a coluna vertebral fica muito fragilizada. O que não quer dizer que seja necessário dispensar uma criança que sofra de escoliose das aulas de ginástica. Pelo contrário, o andebol, o basquetebol e a natação em estilo livre favorecem o alongamento da coluna.
Um jovem desportista nunca se deve limitar a uma só disciplina física e, por isso, se ele não manifestar qualquer desejo particular, ajude-o a descobrir, primeiro, os desportos mais formativos, como a corrida, a ginástica, a natação e o ciclismo. Não recuse eventuais mudanças, porque as crianças e os adolescentes, na sua maioria, estão ainda à procura da sua personalidade e dos seus gostos.

Prazer e não obrigação

Tal como para os adultos, a prática de um desporto deve ser um prazer e nunca um constrangimento. Não hesite em inscrever o seu filho num clube desportivo. Ele aprenderá a dominar, livremente, o seu instinto de poder, a aceitar a supremacia dos outros, a integrar-se num colectivo, sabendo, ao mesmo tempo, que o desfecho de qualquer jogo poderá ser diferente da próxima vez. O desporto educativo é, para os jovens, uma excelente forma de adquirirem a plenitude das suas capacidades físicas e dá-lhes, também, o sentimento de participação social, o que é valorizante. Poderá funcionar até como um tipo de terapia muito eficaz para os jovens perturbados, aos quais pode dar uma correcta noção do seu valor pessoal.

Sem Comentários para “Exercicio Físico nas crianças”

Deixe um Comentário:

Nome (obrigatório):
Mail (não será publicado) (required):
Website:
Comentário (obrigatório):
XHTML: Usted puede utilizar el siguiente: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Quero fazer uma pesquisa por:
Nome : Email :