Manutenção de adegas

Ao contrário do que se possa pensar, uma adega não serve apenas para armazenar vinho. Uma adega é um local de armazenamento de bebidas várias com uma temperatura controlada, podendo incluir barris de cerveja e produtos engarrafados e pré-embalados.

Pelas características do que pode armazenar numa adega, a manutenção de adegas é fulcral para a boa condição das bebidas que pode albergar, pelo que manter uma adega limpa e arrumada é uma regra mais que óbvia.

Limpeza de adegas

Das primeiras coisas a serem feitas para uma devida manutenção de adegas é limpar de imediato produtos que se derramem. Além disto, todos os utensílios devem ser limpos logo a seguir a serem usados e guardados em prateleiras de material impermeável.

Lembre-se que na manutenção de adegas devem ser também usados fatos de proteção quando qualquer uma área de adega esteja a ser limpa, sejam paredes, tetos ou mesmo ralos. Além disto, por maior e correta que seja uma manutenção de adegas, em qualquer momento não devem lá ser guardados produtos de limpeza.

Limpeza de adegas

Caso não saiba, tanto a cerveja como o leite facilmente absorvem sabores exteriores, pelo que nunca numa adega devem ser armazenados legumes ou frutas, isto porque podem trazer leveduras selvagens que poderão contaminar a cerveja. Muito menos deverão ser guardados numa adega fertilizantes.

Limpeza do chão de uma adega

A limpeza do chão de uma adega deve ser feita regularmente e parte integrante da manutenção de adegas. Nesta limpeza deve ser utilizado um agente quimicamente formulado para prevenir o desenvolvimento de bolores e fungos. Mas algo que nunca deve ser utilizado é lixívia ou cloreto de sódio.

Depois de limpos, os pisos devem ser secos.

Como parte da limpeza de uma adega, também os esgotos e valas devem ser foco de atenção numa manutenção de adegas, de modo a evitar o odor e contaminação dos líquidos aí presentes. As fossas devem ser cuidadosamente limpas semanalmente e, tal como nos pisos, nunca deverá ser utilizada lixívia ou um desinfetante.

Manutenção das paredes e tetos de adegas

Relativamente às paredes e tetos, para uma correta manutenção de adegas, estes devem ser pintados de forma a proporcionar uma superfície lavável impermeável. Pode ser utilizada uma tinta anti-fungicida.

Ventilação de uma adega

Algo que não deverá ser deixado de lado numa manutenção de adegas é a ventilação, pois quando adequada irá prevenir problemas de humidade e fúngicos. No entanto, correntes de ar são algo a evitar. Uma ventilação adequada ajuda na dispersão de eventuais acumulações de dióxido de carbono.

Iluminação de adegas

Por outro lado, também uma iluminação correta é essencial para uma boa manutenção de adegas.
Em todo o caso e independentemente do tamanho de uma adega, apenas pessoas devidamente habilitadas para questões de segurança elétrica deverão ter o acesso permitido aos equipamentos elétricos, caso contrário, não apenas a segurança mas a própria manutenção de adegas está em causa.

Iluminação de adegas

Manutenção da temperatura e humidade da adega

Saiba que numa adequada manutenção de adegas, o porão deve ser mantido a uma temperatura constante de 10 a 12ºC, pois é neste intervalo que é seguro armazenar e conservar cerveja, bem como apoiar os equipamentos de refrigeração para que trabalhem eficazmente.

Além da temperatura, também a humidade é um fator a ter em conta no que respeita à manutenção de adegas. Assim, o nível de humidade deve ser tão baixo quanto possível, pois um ambiente quente e húmido é foco de criação de leveduras, fungos, bactérias e pragas de insetos.




Deixar Comentário