Manutenção de móveis com acabamento à base de óleo

O acabamento com base em óleo utiliza-se normalmente para o mobiliário moderno. Existe em dois tipos: o verdadeiro acabamento a óleo, que geralmente é de cor escura, e outro que se aplica à madeira previamente revestida com laca. O segundo processo proporciona geralmente um acabamento mais claro.

Conservação de móveis com acabamento a óleo

Conservação. Esfregue diariamente com um pano seco macio e sem pêlos. Não deve utilizar verniz ou produtos vaporizados.

As marcas deixadas pelos copos ou outras nódoas desaparecem se esfregar levemente com uma lixa extraflna.

Esfregue a superfície afectada com um pouco de óleo de teca e deixe secar durante cinco minutos; em seguida, esfregue vigorosamente com um pano seco.

As aplicações de óleo não devem fazer-se mais de duas vezes por ano.

Os móveis com acabamento a óleo apresentam, por vezes, um aspecto sujo e pegajoso, devido às frequentes e excessivas aplicações deste produto. Deve, pois, retirar-se o óleo em excesso, esfregando cuidadosamente com essência de terebintina e utilizando vários panos para o remover. Finalmente, aplique óleo de linhaça ou de teca.

O acabamento à base de óleo sobre um revestimento de laca que substituem com vantagem o óleo de teca. Ao eliminar manchas e marcas, tenha cuidado para não atingir a laca. Se esta estalar e a madeira ficar a descoberto, terá de aplicar uma camada de verniz de poliuretano.

Não deve empregar óleo, pois este escureceria a superfície a tratar. Deixe secar o verniz de poliuretano e esfregue depois com palha de aço muito fina, aplicando-lhe finalmente o produto de acabamento escolhido.

Envernizamento com boneca

Os móveis antigos ou reproduções incluem-se entre aqueles que são acabados com envernizamento à boneca ou vernizes semelhantes à base de goma-laca.

Conservação. O acabamento com envernizamento com boneca não resiste ao calor. Não deve, pois, colocar-lhe em cima pratos e travessas quentes, a menos que apoie estes sobre bases de cortiça ou outro material mau condutor do calor. Limpe o pó com um pano macio e seco. Retire quaisquer manchas com um pano ligeiramente húmido e dê brilho com um pano seco.

Depois de ter eliminado as marcas superficiais, passe todo o móvel com um pano ligeiramente húmido e aplique-lhe cera de boa qualidade.

Móveis com acabamento de Celulose e laca

Os móveis fabricados em série entre 1930 e 1955, com excepção das reproduções de peças antigas, foram, na sua maioria, envernizados com lacas de base celulósica. Reconhecem-se geralmente pelo seu aspecto espesso e pelo brilho do acabamento.

Conservação. As nódoas de alimentos devem ser limpas com um pano ligeiramente húmido. Para que não fique qualquer humidade, limpe imediatamente com um pano seco.

Para além deste tratamento, apenas é necessário limpar o pó. Os acabamentos celulósicos não resistem ao calor e devem ser tratados com cuidado.

Tanto os acabamentos celulósicos como as lacas podem, se o desejar, ser tratados periodicamente com cera de polir de boa qualidade, a qual, no entanto, dará brilho às superfícies mate. Não empregue pulverizadores ou cremes e evite a aplicação frequente de polimentos.

O aspecto destas superfícies pode ser melhorado com a aplicação de uma leve camada de óleo fino, como azeite ou óleo de linhaça diluídos em essência de terebintina pura.




Deixar Comentário