Material para Telhados

Existem principalmente dois formatos de telhado nas casas: inclinado e plano. Cada um emprega materiais de cobertura diferentes, embora a estrutura básica em ambos os casos seja a madeira.

Se pensar em mudar a cobertura do telhado da sua casa, tenha em mente o estilo das outras casas da área e o peso do material que irá ser utilizado.

Telhados inclinados

Um telhado inclinado possui uma série de traves com as extremidades apoiadas nas paredes da casa e numa viga horizontal da cumeeira. Vigas finas de madeira (tábuas de forro) são pregadas por cima das traves para suportarem a cobertura do telhado. Normalmente é colocado feltro por baixo das vigas como isolamento adicional, mas alguns telhados possuem tábuas finas para forro de telhado por baixo do feltro. Os principais materiais de revestimento são a ardósia natural, a ardósia fabricada e as telhas de betão e de barro.

telhado-inclinado

Alguns telhados podem ter mais do que uma inclinação – em casas em forma de L e em casas co uma empena frontal, por exemplo. Cada secção do telhado é coberta separadamente; uma calha de chumbo corre entre as secções para a água da chuva escorrer.

Telhados planos

Estes têm, na realidade, um pequeno declive para escoar a água das chuvas. São construídos a partir de tábuas de madeira colocadas no topo das traves, sendo as tábuas revestidas com asfalto ou feltro para telhado. O feltro também é usado nos telhados inclinados de anexos e de alpendres.

Telhados-planos

Materiais para telhados inclinados

Em seguida apresentamos as principais coberturas para telhados inclinados.

materiais-telhados

Ardósia natural

Embora muito usada em casas antigas, a ardósia natural tornou-se muito dispendiosa e actualmente é pouco usada como material novo para telhados. No entanto, muitas vezes, consegue-se encontrar ardósia em segunda-mão para pequenos trabalhos, reparações e substituições.

A ardósia é ligada às traves do telhado por pregos – quer através de dois furos perto da extremidade da placa de ardósia, quer por dois furos no meio da placa de ardósia. Em ambos os casos, cada placa de ardósia cobre cerca de dois terços das duas placas por baixo desta, para que todo o telhado seja revestido com uma espessura de, pelo menos, duas placas de ardósia.

Ardósia-natural

A ardósia natural é pesada e deve ser manuseada com grande cuidado – é frágil e tem extremidades aguçadas. Os furos dos pregos podem ser feitos com uma broca eléctrica, embora um profissional use o bico do machado.

A pedra natural para telhados, que é ainda mais dispendiosa, é colocada da mesma forma do que a ardósia.

Telhas planas

As telhas planas de barro constituem outro material tradicional, mas são colocadas de maneira diferente – cada telha possui duas orelhas, conhecidas por pontas, na parte de trás, que se prendem às traves do telhado. Algumas telhas são normalmente pregadas de quatro em quatro filas e nas telhas do topo, do fundo e das extremidades do telhado.

Tal como com a ardósia, cada telha cobre cerca de dois terços do comprimento das telhas que ficam por baixo – por isso a quantidade exposta é de cerca de um terço do comprimento total da telha.

telhas-planas

As telhas de barro planas necessitam de uma inclinação maior de telhado do que a ardósia – um mínimo de 40 graus comparado com os cerca de 20 graus no que se refere à ardósia.

Também estão à venda telhas de betão planas, que são presas às traves da mesma forma do que as telhas de barro.

Telhas de encaixe

As telhas de betão que se encaixam são muito usadas nas casas modernas e possuem ainda outro método de fixação. Como as telhas planas, prendem-se nas traves do telhado, mas também encaixam, cada uma com as suas duas vizinhas, para que apenas uma camada seja necessária e cada telha cubra uma pequena parte das telhas de baixo.

telhas-de-enxaice

Existem muitos tipos de telha de encaixe e a inclinação mínima pode variar desde abaixo de 20 graus até cerca de 30 graus. Há também telhas de barro de encaixe à venda, incluindo telhas curvas decorativas. Para tornar a substituição mais fácil, podem ser gravados na parte de trás o nome e o número.

Ardósia fabricada

Mais leve, mais barata e mais fácil de colocar, a ardósia fabricada substituiu largamente a ardósia natural. Feita de resina, contêm frequentemente ardósia natural e pode ter extremidades “cortadas de modo irregular” para ter uma aparência mais real. Muitas são presas com clips, o que as torna mais fáceis de colocar, embora o próprio telhado necessite de ser melhor ajustado na construção do que é para a ardósia natural.

Ardósia-fabricada

Telhas de madeira

Estas telhas são feitas de madeira e utilizadas para revestir as paredes e também para cobrir os telhados. São normalmente feitas de cedro vermelho e com o tempo vão ficando com uma tonalidade de cinzento metalizado. São particularmente adequadas para utilização em telhados com uma grande inclinação e são fixas da mesma forma do que a ardósia.

Telhas-de-madeira

Materiais para telhados planos

O feltro de revestimento varia em qualidade, desde o simples feltro de betume, empregue para anexos, até ao dispendioso e duradouro feltro de poliéster, utilizado nos telhados das garagens. Os telhados novos de feltro para casas são frequentemente colocados com betume quente – um trabalho para profissionais, assim como a colocação de revestimento de telhado de asfalto quente.

material-telhado-plano

Algerozes

Os algerozes têm a útil função de recolher a água da chuva que cai nos telhados e de a transferir para canalizações subterrâneas. O tamanho, o formato e os materiais usados podem variar. O material usado tradicionalmente para os algerozes era o ferro fundido, mas este foi largamente substituído pelo plástico. Outros materiais que se podem encontrar incluem o alumínio e o aço galvanizado.

Algerozes

Componentes dos algerozes

Estes podem ter três formatos principais: meio-círculo, quadrados ou moldados – o molde ogival é o formato tradicional. Qualquer que seja o seu formato, a maioria dos algerozes tem comprimentos padrão, por isso necessita de junções entre as várias peças. Cada peça será apoiada em dois ou mais suportes; alguns suportes são combinados com unidades de junção.

Num canto, um cotovelo em ângulo recto (90 graus) junta duas peças – há também cantos de 120 e 135 graus para janelas salientes – e na extremidade do telhado é colocado um terminal. O algeroz é ligado através de um escoadouro ao tubo de escoamento, que leva a água da chuva para a canalização; se esta estiver na extremidade do algeroz, é conhecido como escoadouro com terminal. O tubo de escoamento possui as suas próprias abraçadeiras e cantos e ainda uma espécie de escoadouro ao fundo para dirigir a água para o canal de drenagem.

Componentes-algerozes

Por vezes, especialmente onde existe mais do que um tubo de queda, é colocado um funil a um único tubo de escoamento e os canos dos algerozes esvaziam a sua água no funil para ser levada para a canalização.

Para a maioria das casas, usa-se 115 mm de algeroz em combinação com tubos de descarga de 70 mm. Em casas grandes, usa-se um algeroz mais fundo e uma maior capacidade. Nas garagens, pavilhões e anexos, 75 mm de algeroz e ainda 50 mm de tubos de descarga serão suficientes.

Algeroz de ferro fundido

Embora o ferro fundido seja um material rijo e durável, é muito pesado e quebradiço e com tendência a enferrujar se não for mantido pintado. Vendem-se em formatos de meio-círculo e ogival, com uma selecção de tubos de descarga redondos e quadrados. Funis de ferro fundido decorados são vendidos tanto novos como em segunda-mão.

Algeroz-ferro-fundido

As junções entre perfis de algeroz são feitas pelo encaixe de uma extremidade na outra, dando-se uma camada de betume que lhes confere um vedante à prova de água depois de se fixar os dois perfis entre si com uma porca e um parafuso.

Algeroz de alumínio

Como material para algeroz, o alumínio tem a vantagem de ser rígido e à prova de ferrugem. Normalmente, vende-se já com pré-acabamento, numa variedade de cores e numa larga escolha de perfis.

Algeroz-alumínio

Algeroz de plástico

Embora menos rígido do que o algeroz de ferro forjado ou alumínio, o algeroz de plástico não sofre corrosão e é mais leve e fácil de manusear.

Os algerozes de plástico existem em várias cores. Os meios-círculos e os quadrados são os mais comuns e estão à venda em modelos padrão e mais profundos, embora os formatos modelados e ogivais também possam ser adquiridos. Há juntas de ligação à venda para unir algerozes já existentes de plástico ou de ferro fundido; o tubo de escoamento pode ser redondo, quadrado ou rectangular. Alguns algerozes em meio-círculo possuem nervuras para que as folhas possam cair no seu interior, mas a água consegue passar através destes.

Algeroz-de-plastico

Os algerozes de plástico podem ser vedados com borracha ou com junções de neopreno nas juntas de ligação; os algerozes são simplesmente instalados com as abraçadeiras, embora, por vezes, precisem de ser cortados entalhes nos algerozes para estes encaixarem nas junções de ligação.

Embora possam ter o mesmo tamanho nominal e o mesmo perfil, as diferentes marcas de algerozes de plástico frequentemente não são compatíveis umas com as outras. É aconselhável cingir-se a uma marca e usá-la para todos os algerozes em sua casa.

Colocação dos algerozes

Muitos fabricantes de algerozes fornecem excelentes indicações, o que o ajudará a seleccionar o algeroz de substituição para a sua casa e dando instruções completas sobre a forma como deve ser instalado. Um dos aspectos mais importantes é que o algeroz possui a capacidade de escoar perfeitamente a quantidade de chuva que cai em cima da casa.

Colocacao-dos-algerozes

Também precisa de ser instalado com uma ligeira inclinação a partir do ponto mais alto, normalmente a extremidade do telhado, até aos pontos mais baixos, sempre do escoadouro até ao tubo deescoamento.




Deixar Comentário