Pintar riscas nas paredes

As riscas são uma forma bastante eficaz de dar mais alegria, vivacidade e originalidade à decoração de um espaço. São também muito simples de elaborar, sendo indicadas até para aqueles que possuem poucos conhecimentos na área de acabamentos e pinturas.

Pode optar por colocá-las na horizontal, vertical, bem ou mal delineadas e de todos os tamanhos e feitios, mas uma coisa é certa…as riscas nunca saem de moda!

As riscas podem também ser utilizadas para criar ilusões de óptica. As riscas longas e estreitas são ideais para conferir maior altura a divisões com tetos mais baixos. Por outro lado, as riscas horizontais podem servir para tornar uma divisão muito grande mais acolhedora e pequena.

Esta técnica é  também uma alternativa mais moderna e económica à colocação de papel de parede.

Seguem-se algumas dicas de  como pintar riscas em qualquer parede da sua casa.

Preparação da superfície

Antes de começar a pintar as riscas na parede deve ter cuidado com a preparação da superfície de pintura. É preciso nivelar a superfície onde vai aplicar a tinta, pois as riscas vão fazer sobressair qualquer irregularidade da superfície em questão. Torna-se essencial que a superfície fique bem lisa. Se necessário use uma lixa fina nas irregulares ou passe um pouco de argamassa para tapar pequenos defeitos.

Limpe bem as paredes, de forma a eliminar qualquer vestígio de pó ou gorduras da sua superfície, com recurso a um pano ou esponja húmida embebidos num pouco de detergente suave. Limpe com um pano húmido em água limpa e deixe secar.

De seguida, pinte a parede com um primário e com uma cor base.

Pintar as riscas

Para facilitar a pintura das riscas na parede, aconselhamos que compre numa qualquer loja especializada em bricolage fita adesiva de proteção, frequentemente utilizada para esta técnica (como se vê na imagem ao lado).

As tiras adesivas devem ser colocadas na parede espaçadas umas das outras à distância apropriada, consoante prefira riscas estreitas ou mais largas. O mais importante nesta etapa do processo é que se certifique que a fita está bem colada à parede. Esfregue bem os lados de cada tira para que se fixe bem.

De seguida, pinte sobre a fita com longas pinceladas verticais (pode utilizar também o rolo, conforme o que preferir e o tamanho da superfície a pintar) para que a tinta não passe por baixo desta. Deixe secar. (Pode ser necessário passar mais que uma demão de tinta)

Quando a tinta secar, retire cuidadosamente a fita adesiva. Comece sempre de cima para baixo, para evitar manchas e de forma a não danificar a tinta agarrada à parede.




Deixar Comentário