Plantar e cuidar de calêndulas

A calêndula é uma planta com floração longa, floração essa que ocorre praticamente todos os meses do ano, inclusive nos meses de Inverno, no caso de o clima não ser demasiado frio.

É uma planta fácil de cultivar e, por isso, muito indicada para principiantes. Pode também ser plantada em vasos, terraços ou até jardins, quando tidos os cuidados essenciais.

As suas flores, à semelhança do que acontece com o girassol, também gostam de seguir o Sol. Apresentam uma cor amarela, com toques de laranja e dourado, fechando-se ao anoitecer e voltando a abrir apenas com o amanhecer de um novo dia.

Cuidados a ter com as calêndulas

As calêndulas são plantas fáceis de cuidar, mas que como sucede como outro tipo de plantas também requerem alguns cuidados específicos para se manterem floridas, saudáveis e bonitas.

Destacamos os seguintes cuidados como essenciais:

  • Luminosidade – A calêndula é uma planta que aprecia bastante sol e, por isso, deve ficar num local onde apanhe bastante luz. Contudo, também sobrevive se ficar em zonas em semi-sombra, embora esse não seja o seu ambiente ideal. Nos climas mais quentes, durante a tarde deve ter sombra para prolongar a estação das flores, que de outra forma podem queimar.
  • Temperatura recomendada – Prefere temperaturas moderadas, embora tolere climas mais frios, não devendo este ser excessivo e abaixo dos 3ºC. Não resiste a geadas pelo que a calêndula deve ser sempre protegida quando estas ocorrem.
  • Regas – Nos períodos mais quentes do ano, o ideal é que faça regas duas ou três vezes por semana. Nos meses de inverno estas podem ser mais espaçadas, chegando uma rega uma vez por semana.
  • Adubação – O adubo deve ser aplicada no período de floração da planta, de 15 em 15 dias. Pode utilizar um adubo específico para flores, de preferência um adubo líquido que dilui na água da rega.

Tratamento de fungos e outros problemas

Como acontece com outras plantas, também as calêndulas podem sofrer com algumas doenças ou cuidados inadequados. Segue-se uma pequena lista dos problemas mais frequentes e a forma mais adequada de os solucionar:

  • Botrytis cinerea – A planta parece estar coberta por um bolor cinzento. Para evitar que isto aconteça, aconselhamos que coloque a planta num local bem arejado e que evite regar em demasia, pois o excesso de  humidade também fomenta este problema. Depois de contraída a doença o melhor a fazer é eliminar as partes afetadas e utilizar um fungicida no resto da planta.
  • Infecção – Quando as folhas da calêndula e os seus talos surgem com pústulas avermelhadas, então a planta padece de uma infeção. A cura passa por aplicar um fungicida específico, que facilmente irá encontrar à venda nas lojas especializadas.
  • Oídio – Se as folhas apresentarem manchas brancas, então está na presença de oídio. Assim que vir as primeiras manchas, pulverize-as com enxofre ou fungicida para potenciar a cura e a sua eliminação.



2 Comments

Deixar Comentário