Remoção de Humidade e condensação

O que é a humidade infiltrada?

A humidade infiltrada é provocada pela humidade que entra do exterior, ou seja com a utilização e desgaste da estrutura da casa. A humidade infiltrada também pode afectar paredes maciças sujeitas à chuva forte. Normalmente este tipo de humidade aparece após uma grande carga de água danificando a casa um pouco por todo o lado. O bolor irá se formar onde existe mais humidade e nem sempre é muito fácil de detectar logo no início este problema.

Causas da humidade infiltrada

• Quando há humidade nos tectos, esta pode ser originada por telhas partidas e soltas ou até por uma cumeeira danificada. A humidade num tecto que se espalha pela saliência da chaminé ou pela janela do telhado, na junção de dois telhados inclinados, ou em cantos que unem uma extensão de um só andar, geralmente é causada pela tela que se descolou da alvenaria ou pelos filetes de argamassa que estão rachados ou desfeitos.

•A humidade nas paredes perto do tecto, é originada por goteiras defeituosas ou entupidas ou canos cheios de folhas. Verifique se há tijolos rachados ou porosos. Se tiver manchas de humidade isoladas nas paredes estas provavelmente são provocadas pelo reboco a desfazer-se e por fissuras no reboco (grandes manchas de humidade) ou tirantes de retenção incrustados de argamassa (pequenos pontos).

• Quando tiver a  madeira apodrecida e manchas de humidade à volta de molduras de portas e de janelas, estas são provocadas por rachas entre a alvenaria e as molduras e também por falta de tábuas de revestimento exterior ou goteiras cheias de tinta e de musgo.

Humidade a partir do solo

A humidade a partir do solo é provocada pela água que é absorvida pelo solo e pelas paredes, estando normalmente confinada a uma faixa de 1 metro acima do nível do solo. É um problema contínuo, mesmo quando o tempo está seco. Neste caso verifique a placa impermeável à volta da junção da parede com o chão e o revestimento do solo. As habitações mais antigas eram normalmente construídas sem placas impermeáveis, levando ao alastramento da humidade. Se os materiais existentes estiverem partidos ou o movimento estrutural tiver defeitos, pode haver manchas de humidade isoladas mas com tendência a espalhar-se onde a água se infiltra. Se tiver uma placa impermeável abaixo dos 150 mm do nível do solo, isto irá permitir que a água penetre na parede, provocando manchas de humidade ao nível do rodapé.

O que é a Condensação?

A condensação existe quando o ar húmido aquece e atinge uma superfície fria. Por exemplo quando uma parede é exposta a ventos gelados do inverno ou azulejos, o resultado é a condensação. A condensação acontece mais frequentemente em casas de banho e cozinhas, onde as actividades com água como o banho e a lavagem da cozinha são regulares. Para controlar a condensação deve haver um bom equilíbrio entre uma boa ventilação e um aquecimento adequado. Nas casas modernas, a condensação é difícil de acontecer pois elas estão sempre quentes e são muito bem isoladas e calafetadas, sendo nível de ventilação pobre. A solução para evitar a condensação é obter uma ventilação suficiente, mas sem permitir que ambiente quente da casa saia.

Como distinguir a humidade da condensação?

Se quiser ter a certeza se o problema de humidade da sua casa é originada pela condensação ou pela própria humidade, coloque uma chapa de alumínio em cima da mancha, cole as extremidades com fita adesiva e espere durante 48 horas. Se for condensação as gotas de humidade aparecem na superfície do alumínio, se for humidade infiltrada ou que sobe a partir do solo as gotas de humidade aparecem na parte inferior do alumínio.

Consequências da humidade e condensação

A humidade e condensação pode arruinar a decoração, danificar os soalhos, paredes e estuque. As madeiras por sua vez apodrecem. É importantíssimo tratar deste problema com urgência e descobrir as suas causas. A humidade e da condensação pode ter muitas origens: pode ser causada pela chuva infiltrada pelo telhado e pelas paredes, o mau isolamento do chão e pavimentos, ou a combinação destes factores.

Soluções para acabar com a humidade e a condensação

Quando a  humidade e a condensação surgem, estas não devem de forma alguma ser ignoradas. Ao ignorar este tipo de problema não faz com que ele desapareça, pelo contrário se não fizer nada para o travar irá ter consequências mais sérias. Geralmente a solução é muito simples e barata. Se o problema não for tratado com urgência, os seus efeitos podem durar algum tempo, e terá mais trabalho ao querer tratar, limpar e reparar tudo de novo.

Como resolver a condensação?

Nas actividades da cozinha os vapores de alimentos cozinhados podem ser eliminados com o exaustor do fogão. No entanto nos locais onde se produz grande quantidade de vapor, como nas casas de banho quando se toma um duche por exemplo, a eliminação da condensação é tratada com a ajuda de um extractor. Para que o extractor se seja rápido e eficiente, deve ser instalado adequadamente e deve ter o tamanho apropriado com a divisão. Por exemplo numa cozinha, um extractor deve mudar o ar 15 vezes por hora, e nas casas de banho deve mudar o ar de seis a oito vezes por hora, o que deve aumentar para 15 a 20 vezes por hora para um duche. Para saber o tamanho e o tipo de extractor a aplicar em cada caso, multiplique simplesmente o volume da divisão pelo número de vezes que o ar muda e procure um extractor que ofereça a mesma capacidade de metros cúbicos por hora. A instalação do extractor deve ser feita na parede com uma boa altura e longe da principal fonte de ventilação. Diagonalmente oposto à porta principal é o ideal. A condensação mais espalhada pode ser removida com a ajuda de um desumidificador eléctrico. A condensação pode ser também evitada por um sistema de ventilação em toda a casa, controlado por um termóstato.

Algumas sugestões práticas:

• Para minimizar a quantidade de vapor formada na casa de banho, feche a porta durante o banho e deixe correr primeiro a água fria.

• Se existir condensação num espaço pequeno, como num armário embutido na parede, originado bolor e míldio, utilize cristais de sílica-gel que ajudam a absorver o excesso de humidade do ar.

• Nas cozinhas, tenha a certeza de que a máquina de secar é ventilada de forma adequada.

Aplique um silhar impermeável

A primeira coisa a fazer para se defender contra a humidade é aplicar uma placa impermeável combinada com uma membrana de impermeabilização, apoiada por sistemas de águas da chuva e por canalizações. Ter uma boa ventilação é a chave para evitar problemas de condensação. Deve-se conseguir um fluxo de ar correcto durante a construção da casa, usando aberturas no sofito e tijolos furados, sem esquecer a aplicação de extractores para deixar sair o ar quente e húmido originado pelas actividades diárias na cozinha e na casa de banho.

Problemas de humidade

Depois de saber a causa da humidade infiltrada e esta ser resolvida, o problema desaparece. No entanto a solução para os problemas de humidade vindas do solo, provocada por não haver placa impermeável ou uma membrana de impermeabilização, é complexa. Deve obrigatoriamente fazer uma substituição desta ou então se puder faça uma reparação. Por outro lado, se a solução estiver na aplicação de um silhar impermeável esta tarefa torna-se mais simples. Se o nível do solo não for o mais adequado, escave um fosso com 150 mm de largura entre um caminho elevado e a parede da casa, depois encha com cascalho, permitindo que a chuva seja drenada mais rapidamente. Quando houver detritos na cavidade, ou um quando um tirante de retenção estiver sujo, tire alguns tijolos para ter acesso às pedras ou à argamassa. Substitua os tijolos e coloque uma camada de repelente de água líquido na área.

Os efeitos após o tratamento:

As paredes e pavimentos podem levar até cerca de um mês por cada 25 mm de espessura para secar. Por outro lado o gesso velho ao estar bastante contaminado com os sais minerais da humidade que vem do solo, pode continuar a absorver a humidade do ar. Neste caso substitua o gesso, mas deve esperar até que as paredes fiquem bem secas. Aplique um fungicida para remover manchas de bolor das superfícies interiores provocadas pela humidade ou condensação.

Placas impermeáveis

Há várias formas de instalar uma placa impermeável. Estas podem variar entre a instalação do normal silhar impermeável cortado para caber entre os tijolos até à instalação de resinas sintéticas, que são introduzidas para dentro dos orifícios feitos na parede. Neste caso para resolver problema de humidades oriundas do solo o melhor a fazer é consultar um profissional da área pois esta não é uma tarefa simples de realizar. Este tipo de trabalho é importante e complexo, e desta forma deve escolher uma empresa profissional que ofereça uma garantia de seguro.

Como instalar uma membrana de impermeabilização?

Esta é uma tarefa que qualquer um de nós que for entusiasta de bricolage competente pode fazer. Para a sua instalação deve fazer uma escavação dos mosaicos do pavimento e depois fazer a sua recolocação. Este é uma tarefa dura e árdua mas é um dos melhores métodos para fazer a impermeabilização de um pavimento de betão. Há uma outra opção de impermeabilização que consiste em aplicar várias camadas de um verniz à base de poliuretano no pavimento, mas é necessário que todas as fugas estejam completamente tapadas com cimento hidráulico. Uma terceira opção colocar duas camadas de borracha líquida na superfície antiga, depois cobri-la com argamassa de cimento e areia, isto elevará o nível do pavimento em cerca de 50 mm. Em ambos os métodos, o material da membrana de impermeabilização deve ser colocado de forma a unir-se à placa impermeável, se houver alguma. Quando problema de pavimentos húmidos provocado pela subida dos níveis de água no solo, for muito grave e afectar as caves, já não é muito fácil de resolver requerendo uma impermeabilização estrutural. Este tipo de trabalho exige a mão de profissionais qualificados.
*Participe no Forum de Bricolage, Casa e Jardim




28 Comments

  1. Armindo Costa Responder
    • Antonio Manuel Responder
  2. Antonio Manuel Responder
  3. Carlos Silva Responder
  4. Antonio Luis Responder
  5. Miguel Responder
  6. João Carlos Responder
  7. jose gomes Responder
  8. manuel oliveira Responder
  9. Duarte Santo Responder
  10. Ferreira Silva João Carlos Responder
  11. Ferreira Silva João Carlos Responder
  12. Ferreira Silva João Carlos Responder
  13. Laercio Responder
  14. Paulo Conde O Doctorado Responder
  15. Susana Responder
  16. mayra santos Responder
  17. Maria Silva Responder
  18. David Responder

Deixar Comentário