Como Reparar e substituir Rodapés e Frisos

Saiba como reparar e substituir rodapés ou frisos. Aprenda a remover um rodapé e a voltar a colocar o mesmo rodapé ou a substituir por um rodapé novo.

Como arrancar um rodapé

Os rodapés podem estar fixados a tacos metidos na parede, não sendo, neste caso, muito difícil a sua remoção, visto os pregos não serem muito compridos.

Comece por umà extremidade onde haja uma união à meia-esquadria, raspe a tinta até encontrar os pregos e, se não for possível prendê-los com as orelhas do martelo, introduza-os completamente na parede servindo-se de uma punceta e de um martelo. Os pregos com cabeça cortada não devem ser embebidos na parede. Se pretender inutilizar e arrancar o  rodapé, escave a madeira em volta do prego e depois tire-o com um alicate ou uma turquês.

Conforme for embebendo os pregos na parede, deve afastar o rodapé desta e colocar um bocado de madeira por detrás, a fim de produzir uma pressão para fora.

Nos locais onde o rodapé se encontra com a guarnição de uma porta é possível que estas duas peças tenham sido fixadas juntamente com pregos introduzidos obliquamente a partir do rodapé. Neste caso, raspe a tinta para descobrir a cabeça do prego e depois bata-o.

Se tenciona utilizar os mesmos rodapés, deve numerá-los previamente, assim como as junções, de maneira que a sua montagem se faça na mesma posição.

Substituição de rodapés

Adquira os rodapés numa serração ou num fornecedor de materiais de construção. Se tiver um berbequim eléctrico com uma ferramenta própria para a execução de guarnições ou molduras e uma lixadeira de de rodapés, poderá fazer o seu próprio rodapé a partir de tábuas aplainadas.

Trate todos os nós visíveis com um isolador de nós e, em seguida, aplique o primário a cada uma das faces da tábua. No local onde o antigo rodapé estava fixado a tacos verticais marque a posição destes no chão para saber onde fixar os pregos quando os tacos estiverem ocultos pelo novo rodapé.

Marque a posição dos tubos ou dos cabos eléctricos, que poderão ser danificados se os pregos os perfurarem.

Para fixar um novo rodapé, é necessário um martelo, uma caixa de meia-esquadria para cortar as extremidades para as junções, um serrote de costas e uma serra ou um serrote de rodear, se houver de efectuar cortes especiais.

Comece da ombreira e faça no rodapé um corte em perfeita esquadria. Meça e depois marque no rodapé a distância exacta até ao primeiro canto. Se for um canto interno, poderá cortar a régua com o comprimento exacto e depois pregá-la.

Não estrague a superfície do rodapé com um excesso de marteladas. Tais marcas seriam visíveis, mesmo após a aplicação de esmalte. Embeba os pregos e betume os furos.

No caso de se tratar de um canto externo, acrescente à espessura do rodapé o comprimento a cortar e depois serre o topo à meia-esquadria.

Para uma junção num canto interno, empregue um bocado de rodapé sobresselente para determinar o comprimento que a régua a fixar deve ter. Corte com um serrote e depois apare ou acerte com um formão.

Soalhos irregulares

No caso de um soalho irregular, encoste o rodapé contra a parede e coloque um lápis sobre uma pequena peça plana de madeira, ficando a ponta deste encostada ao rodapé. Deslocando a peça de madeira sobre o soalho, transporá para o rodapé as irregularidades daquele. Cortando o rodapé pela linha assim marcada, consegue que este assente perfeitamente.

Depois de colocar o rodapé no seu lugar, bata todos os pregos e encha os furos e juntas com betume, o qual deve ficar um pouco acima da superfície. Depois de seco, passe com lixa, evitando danificar a subcapa da tinta do rodapé, e, finalmente, pinte.

Como arrancar frisos ou remates

Arrancar um friso ou um remate e aplicar gesso antes de pintar ou forrar a parede com papel é uma tarefa fácil.

Comece a despregar o friso num canto externo, utilizando um martelo de orelhas apoiado num bocado de madeira fina. O friso deve soltar–se: porém, no caso de haver dificuldades ou se previr que o estuque se danifica, tente outro processo: localize o prego de cabeça cortada — ao bater nele ouve-se um som grave — que fixa a secção do friso e corte este tão perto quanto possível do prego. Agora, utilizando o martelo e o bocado de madeira, poderá desprender o friso do prego.

Escove a zona onde o friso se encontrava. Com uma régua de madeira, verifique se o estuque está perfeitamente alinhado ao longo do rebaixo deixado pelo friso — talvez haja diferenças, visto que, com frequência, se aplica a última demão de estuque depois de colocado o friso no seu lugar. Qualquer pequena diferença de nível irá desaparecer depois de encher o rebaixo deixado pelo friso; contudo, desbaste quaisquer saliências antes de aplicar a camada final de gesso.

Conserve os dentes da serra paralelos à parede até quase ao fim do corte do friso. Incline a lâmina e utilize a ponta para cortar o resto do friso sem encostar os dentes daquela à parede.




Sem respostas

Deixar Comentário