Como semear ervas aromáticas

Semear ervas aromáticas é muito gratificante. A primavera é uma boa estação para semear ervas aromáticas. Existe uma vasta seleção e variedades de sementes de ervas aromáticas e não são dispendiosas.

Necessidades básicas

Independentemente da erva aromática que vai semear, dentro de casa, existem algumas necessidades básicas que todas têm em comum. Utilize substrato para o cultivo de sementes. A mistura é ainda mais leve do que o substrato de envasamento regular e torna a germinação das sementes mais fácil. A maioria das sementes de ervas aromáticas são minúsculas e o substrato pesado torna a germinação mais difícil e favorece o apodrecimento da semente, antes de germinar.

As bandejas de plástico com células pequenas são ideias para semear as suas ervas aromáticas. As pequenas células permitem semear várias ervas aromáticas de uma só vez, embora separadas, desta forma pode semear ervas com requisitos de crescimento semelhantes próximas umas das outras. Podem ser transplantadas para vasos maiores à medida que crescem, há exceção das ervas aromáticas que não gostam de ser transplantadas, como a salsa e o coentro.

Coloque a bandeja num local quente, não deve receber sol direto. Se conseguir aplicar calor inferior, com um tapete de aquecimento, irá acelerar a germinação. Pode cobrir as células com plástico transparente para manter o solo húmido. Depois da germinação retire o plástico e coloque as bandejas sob luzes artificiais.

Pode pulverizar, levemente, as ervas aromáticas com fertilizante orgânico líquido para as manter verdes e fortes. Aplique uma solução diluída, semanalmente, uma semana após a germinação.

ervas aromáticas3

Principais ervas aromáticas e como as semear

Semear Cebolinho

O cebolinho é uma erva aromática fácil de semear. Mantenha o solo com humidade uniforme e as sementes germinam em 10 dias após terem sido semeadas. Na verdade, o cebolinho pode até ser uma erva daninha, que cresce no seu jardim de forma espontânea.

Semear sálvia, tomilho e orégão

A sálvia, o tomilho e o orégão podem ser cultivados dentro de casa no parapeito da janela para uso direto na cozinha.

Semear Manjericão

Manjericão é uma das ervas aromáticas mais fáceis de germinar a partir de sementes, semeie duas sementes por célula e deixe ficar apenas a mais forte após a germinação. Em solo quente o manjericão germina 4 dias após ter sido semeado, o manjericão não gosta de excesso de água, pode deixar o vaso secar entre as regas.

Semear coentros

O Coentro odeia ser transplantado. Deve ser semeado em vasos que possam ser movidos diretamente para o jardim ou em vaso exterior definitivo. Mergulhe as sementes durante a noite em água morna e semeie a 1/4 de polegada de profundidade. As sementes de coentro devem germinar em 7 a 10 dias.

Semear aneto / margão

Aneto / Margão é uma erva aromática excelente para o iniciante. Tem sementes grandes e por isso é fácil de manusear. Cresce rapidamente, germinando dentro de 1 a 2 semanas após ter sido semeado.

Semear Salsa

A semente da salsa é notoriamente lenta para germinar, pode levar até 4 semanas. Para acelerar a germinação, mergulhe as sementes durante a noite em água morna e semeie a 1/4 de polegada de profundidade. A salsa não gosta de ser transplantada, por isso deve semear no vaso definitivo.

Semear Orégãos

A pequena semente do orégão pode levar semanas a germinar, seja paciente. Pressione suavemente as pequenas sementes no solo e mantenha uma humidade uniforme. O orégão e o tomilho podem ser propensas a doença se o solo for mantido muito húmido.

Semear Sálvia

Tal como a salsa, a sálvia é lenta a germinar, às vezes levando até 21 dias. Seja paciente e mantenha uma humidade uniforme.

Semear Tomilho

As sementes de tomilho são tão pequenas que é fácil semear um grande grupo, por engano, num vaso pequeno. Alguns produtores misturam areia com esta pequena semente de modo a não semear muitas sementes juntas. Delicadamente, coloque algumas sementes no vaso e pressione levemente no solo. Pode demorar 2 a 3 semanas para as pequenas sementes germinarem. Não use água em excesso.

O sucesso de semear ervas aromáticas está em sementes de boa qualidade, boa luz, momento adequado para semear, meio de cultura de qualidade, a humidade, a temperatura certa, a circulação de ar e muita paciência.

• Para melhores resultados, siga as instruções no pacote de sementes para se certificar da profundidade a que deve colocar as sementes assim como os requisitos de luz.

• Não deixe secar as suas sementes recém-plantadas. Para melhores resultados, regue pelo fundo, colocando os vasos dentro de uma bandeja de água. Deixe-os na bandeja apenas até o solo estar húmido. A rega pelo fundo impede que a erva aromática morra e promove raízes profundas.

• As sementes da erva aromática precisam tanto quanto 14 a 16 horas de luz, por dia, a fim de desenvolverem adequadamente. A adição de iluminação artificial pode ser necessária para assegurar um crescimento saudável.

ervas aromáticas4

Mudas: cumo transplantar ervas aromáticas

Depois de ter semeado as sementes e de lhes ter dedicado o cuidado apropriado irá ter plantas que precisam de ser transplantadas para recipientes novos. Espere até a planta ter vários conjuntos de folhas e até as suas raízes se desenvolverem. Devem ter cerca de 2 a 3 polegadas de altura. Transplante com cuidado tirando as suas folhas inferiores. Vire o vaso de cabeça para baixo e deixe cair a planta em sua mão. Não puxe a planta pelo caule ou pelas folhas.

Coloque a planta no solo até um ponto logo acima de onde tirou as folhas mais baixas. Ajeite, com cuidado, o solo ao redor e regue.

Dica: Hortelã, salsa e lovage germinam melhor em solo bastante húmido, enquanto o alecrim, tomilho e sálvia preferem solo apenas ligeiramente húmido.

Plantio e Propagação

A maioria das ervas aromáticas podem ser semeadas, mas existem algumas (incluindo o alecrim, orégão e hortelã), que terão melhor propagação se forem plantadas por estacas ou transplante.

Transplante

Após 5 a 10 semanas as ervas aromáticas estarão prontas para transplante. Mas, não basta deixá-las a cuidar de si mesmas!

• Espere que não haja perigo de geada e fortaleça a planta. Para fortalecer a planta, deixei-a fora, na sombra, progressivamente durante períodos mais longos a cada dia. Comece com algumas horas e gradualmente um dia inteiro e de seguida, durante a noite.

• Regue as plantas uma ou duas horas antes do transplante.

• Transplante a suas ervas aromáticas num dia nublado, se possível, ou à noite para reduzir o choque.

• Solte a planta do vaso original e coloque-a no buraco novo. Aperte um pouco o solo.

• Regue

Propagação por divisão

Ao dividir as plantas existentes, pode obter novas plantas de forma gratuita.

• Divida as plantas no início da primavera, antes de começarem a crescer.

• Use uma pá para cortar as raízes. Para plantas menores poderá conseguir puxar e separar as raízes com as suas mãos.

• Utilize estrume abundante quando replantar a planta que dividiu no seu novo local.

• Mantenha o solo húmido, não encharcado, até que a nova planta se estabeleça.

• O cebolinho, o estragão francês e a hortelã dão-se muito bem quando propagadas por divisão.

ervas aromáticas6

Manutenção do jardim de ervas aromáticas

Depois de estabelecer o seu jardim de ervas aromáticas precisa de fazer um pouco de manutenção para o manter a florescer. As ervas aromáticas são geralmente muito resistentes, de facto, muitas são utilizadas para produzir óleos e produtos químicos que repelem pragas, de forma natural. Algumas ervas aromáticas como a sálvia e o alecrim parecem gostar de condições duras que as outras plantas evitam.

Ocasionalmente, as plantas podem ser atacadas por insetos, fungos, mofo ou outros indesejáveis. Informe-se sobre os remédios orgânicos que pode utilizar para combater essas pragas.

Como Adubar as plantas

O seu jardim de ervas aromáticas pode não precisar de muito adubo embora que nunca é de mais receberem alguns nutrientes orgânicos. No entanto as ervas aromáticas cultivadas em recipientes exigem um pouco de cuidado extra.

Mesmo que o seu meio de crescimento seja perfeito desde o início, as plantas de vaso irão utilizar os nutrientes do substrato à medida que crescem. A cada rega diminuem os nutrientes do substrato de envasamento. As ervas aromáticas em vaso têm que ser regadas com mais frequência porque os vasos secam e consequentemente as plantas secam mais rápido do que as suas homólogas de quintal que crescem em solo aberto.

Para garantir a saúde das suas plantas que crescem no vaso, misture um adubo orgânico de libertação, ao longo do tempo, ao solo antes do plantio. Durante a estação de crescimento também é uma boa ideia adicionar adubo líquido. Emulsão de peixe funciona muito bem, recomenda-se para plantas que encontre um pouco desgastadas ou com desbotamento da cor.

Dica: Não coloque excesso de adubo nas ervas aromáticas. Adubo em demasia irá produzir plantas maiores, mas os óleos essenciais que lhes dão o seu sabor e aroma serão diluídos.




Uma resposta

  1. LAERCIO OLIVEIRA DE FREITAS Responder

Deixar Comentário