Conservação e limpeza da flauta de bisel

A flauta de bisel é um instrumento musical, mais precisamente um aerofone de aresta. A origem deste instrumento está nos antigos instrumentos folclóricos que ainda podem ser encontrados em diversas partes da Europa.

A flauta de Bisel é constituída por um tubo em que uma das extremidades é parcialmente fechada pelo bloco (peça de madeira, de encaixar, confere à embocadura uma forma de bico e permite a existência do porta-vento, local por onde se sopra). O porta-vento transforma o ar, aquando da sua passagem por este, numa espécie de lâmina que incide no bisel ou lábio. Nunca é possível ao instrumentista modificar  a forma ou a direcção da lâmina de ar, apenas lhe é permitido alterar a pressão do sopro.

A flauta de bisel moderna é formada, habitualmente, por três partes:

  • A cabeça – Cilíndrica no seu interior
  • O corpo – Cónico invertido no seu interior, tendo  seis orifícios na parte da frente  e um outro da parte de trás. O último orifício da parte de frente pode ser dividido em dois.
  • O pé – Onde se encontra o sétimo orifício.

Como cuidar da sua flauta de bisel

Para conservar a sua flauta de bisel por mais tempo , coloque-a sempre na caixa quando não está a precisar dela. Para fazer a limpeza de uma flauta de plástico, basta usar um pouco de água e deixar secar bem, para depois guardá-la. A flauta  de bisel deve ser limpa sempre depois que é usada.

Para limpar uma flauta de madeira desmontável, primeiro separe as peças com cuidado e limpe as juntas com um pano. Depois use uma vareta própria para limpar o interior. Pode aplicar um pouco de creme ou vaselina nas juntas para estas se conservarem melhor e impedir que rachem.




Deixar Comentário