Montagem dos eixos de balancins

Montagem dos eixos de balancins

A montagem é idêntica para os dois eixos, pelo que faremos referência sempre a um só. Antes da remontagem verifica-se o desgaste do eixo, buchas e balancins, comparando suas medidas com as especificadas. Montam-se os balancins no eixo observando os mesmos lugares de origem. Coloca-se o eixo no lugar mas não se apertam a fundo as porcas de fixação, sem que se observe o seguinte cuidado; como vimos anteriormente, o movimento de rotação das válvulas se consegue fazendo com que o balancim atue sobre um determinado ponto do pé da válvula como mostra a figura.

regulagem-das-valvulas

Essa posição ideal está na dependência da colocação do balancim, já que a válvula não pode variar de posição. O aperto final das porcas de fixação do eixo de balancins só se verifica quando os balancins se encontram em suas devidas posições. Se um ou outro não se alinha devidamente, pode-se acrescer arruelas de encosto, ou aplainar a face do furo.
Depois de colocados os dois eixos de balancins, leva-se a efeito a regulagem das válvulas, como ficou explicado em outro capítulo, e repõem-se os tampões dos cabeçotes, usando junta nova.




Deixar Comentário