Recipientes para fazer um jardim vertical

Não há pessoa que não queira ter um jardim vertical em casa. Práticos, elegantes, bonitos e ocupando pouco espaço, os jardins verticais são simples de fazer e podem conter flores, plantas em geral e até temperos que você pode usar na sua cozinha. No entanto, é necessário alguns cuidados, especialmente com os recipientes do jardim vertical, que precisam ser adaptados para que as plantas tenham melhores resultados. Então, se o seu desejo é ter um jardim vertical em casa, confira essas dicas e saiba tudo sobre os recipientes para fazer um jardim vertical.

Recipientes para jardim vertical

jardim vertical

Os jardins verticais podem ser montados a partir de diversos tipos de estrutura. Isso depende muito do gosto e da personalidade do dono da casa. Mas dependendo do tipo de jardim vertical que você quer criar no seu ambiente, os recipientes devem ser adequados.

Um dos modelos de jardim vertical mais clássicos é a chamada parede verde, ou seja, quando os muros das residências parecem ter sido feitos de plantas verdes. Neste caso, você pode colocar um painel verde, que consegue cobrir todo o espaço do muro e deixa o visual da casa muito mais bonito.

Agora, se o seu objetivo é montar um jardim vertical dentro de casa, a dica é seguir outras técnicas. Uma delas é a dos blocos cerâmicos (muito pasrecidos com tijolos), que podem ser colocados um ao lado do outro em toda a extensão horizontal ou vertical da parede. Entre o vão dos blocos é colocado o substrato para as plantas, que vai fornecer os nutrientes necessários a elas.

Outro tipo de recipiente são os blocos pré-moldados. Estes jardins verticais podem ser encontrados em ferro fundido ou concreto socada. A diferença entre eles é que o bloco de ferro fundido é utilizado para fazer uma jardineira contínua, enquanto que o concreto socada permite a jardineira em formato zigue-zague. Estes recipientes podem ser utilizados apoiados em muros com impermeabilização ou em outros lugares que você preferir.

Se você é do tipo mais naturalista e/ou rústico, a melhor opção com certeza é a fibra de coco. Este é um material natural com o qual são feitas placas que devem ser usadas preferencialmente em lugares fechados. A parte negativa é que a placa de fibra de coco acaba apodrecendo com o tempo e, portanto, é necessário trocá-la a cada quatro anos. Se este recipiente de jardim vertical estiver num local externo, a troca deve ser feita de dois em dois anos. O recipiente de fibra de coco ainda requer que a parte seja impermeabilizada. No entanto, o resultado é magnífico!

Ainda existe a possibilidade de fazer um jardim vertical nas técnicas chamadas de quadro vivo e painel vivo. Estes modelos são menos comuns e bastante diferentes. No caso do quadro vivo, o recipiente é uma placa em formato de quadro que contém uma gaveta lateral e outra inferior para receber o excesso de água. Já o painel vivo, como o próprio nome diz, é um painel com diversos vasos que pode ser fixado em diversos locais, como muros ou paredes.

Agora que você já sabe tudo o que precisa, pode escolher a melhor opção para o seu caso. Aproveite e utilize o recipiente correto para fazer o seu jardim vertical.




Deixar Comentário